terça-feira, 12 de julho de 2011

AJ dois anos

Aqui estou de novo para dar notícias da AJ. A minha princesa está uma mulher grande, linda e muito espertalhona. Constrói frases como gente grande, está viciada no Noddy e em leite com chocolate. Quando não lhe queremos dar nem uma coisa nem outra, diz "Só um pinini", enquanto se encolhe e exemplifica o tamanho com os dedos... Só vendo! Tem acordado de noite, mas na ânsia de vir ter com os pais; adora praia e cantar. Canta, canta e canta! Adora os primos e fica bem com qualquer pessoa. Continua um bom garfo e um pouco mau feitio.... Sabe o que quer e não gosta que a contrariem, mas é um doce de menina.
A AJ tem ainda um dom qualquer que atrai todos à sua volta. É uma sortuda com imensa gente que a ama!!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Hoje conhecemos o relatório da analise feita ao Zé Pedro. Não tinha quaisquer mal formações externas ou internas. Estava ainda imaturo, é certo, mas bem. Pesava 561 gramas e 30 cm de comprimento total, o pé media 4,2 cm. Tinha 23 semanas e dois dias... Era tão grande e faltava tão pouco!

Ao que parece, o Zé terá morrido durante a expulsão. Incompetente é pouco. É um filho da puta de um colo do útero!

Amo-te para sempre Zé!

A minha realidade

O que significa ter insuficiência istmo-cervical? 

Ter insuficiência (ou incompetência) istmo-cervical quer dizer que seu colo do útero é mais fraco que o normal, ou que sempre foi mais curto, e que tende a dilatar e afinar sem que haja contrações, só pelo peso do bebê. O grande problema é que a dilatação pode acontecer rápido demais e o bebê nascer muito antes do tempo, ainda no segundo trimestre, quando ainda não tem condições de sobreviver fora da barriga, com menos de 20-22 semanas. É o chamado aborto espontâneo tardio. 

Ou então o parto pode acontecer já no terceiro trimestre, mas o bebê ainda é muito prematuro (com menos de 32 semanas de gravidez), o que pode causar problemas à saúde dele. 

Como vou saber se meu colo do útero é fraco ou não? 

Normalmente, o maior indício é já ter sofrido um aborto tardio ou um parto muito prematuro, sem que houvesse outras causas. O ideal é que, depois da experiência, e antes de engravidar de novo, a mulher converse com o ginecologista e investigue o problema. Se o diagnóstico for feito antes da gravidez, será mais fácil administrar o caso e pensar em procedimentos que evitem perdas (leia o próximo item). 

Se o médico considerar que você corre risco de estar com insuficiência cervical, pode pedir ultra-sons transvaginais desde o começo da gravidez para medir o comprimento do colo do útero e procurar sinais de "apagamento" (afinamento). Quanto mais curto estiver o colo do útero, maior é a possibilidade de haver parto prematuro ou aborto tardio, dependendo do tempo de gravidez. 

Caso o médico detecte incompetência cervical, pode tomar algumas providências, embora os tratamentos sejam controversos. 

Quando a dilatação é observada no terceiro trimestre, o obstetra pode receitar injeções de corticosteróide para ajudar a amadurecer os pulmões do bebê, e orientar a mãe a ficar em repouso absoluto, deitada, para evitar que o colo do útero sofra a pressão do peso da criança. 

Ouvi dizer que dá para costurar o colo do útero. É verdade? 

Sim. Existe um procedimento chamado cerclagem, ou ainda circlagem, que ajuda a manter o colo do útero fechado. Ele é mais eficaz quando feito em mulheres que sabidamente já sofrem do problema, ou seja, que já tiveram mais de um aborto tardio ou parto prematuro sem explicação. Nesse caso, a cerclagem é feita entre 13 e 16 semanas, antes que as alterações no colo do útero sejam muito visíveis. 

Fazer a cerclagem depois da detecção da insuficiência istmo-cervical é mais controverso, porque alguns especialistas alegam que, além de poder não funcionar, o procedimento traz riscos que podem acabar provocando o próprio parto prematuro: infecção, ruptura da bolsa e irritação do útero, causando contrações. Médicos e cientistas ainda estão tentando concluir se os benefícios superam ou não os riscos. 

Como é a cerclagem? O que acontece depois? 

A cerclagem é feita no hospital, com anestesia, e muitas vezes a mulher pode ir para casa no mesmo dia. Ela pode receber, pela veia, medicamentos para inibir contrações, durante algumas horas. O médico receitará repouso nos dias seguintes, e é possível que você sinta um pouco de cólica ou tenha um leve sangramento. 

As relações sexuais ficarão proibidas, por um tempo ou pela gravidez toda. Provavelmente você vai tomar remédios para evitar infecções ou parto prematuro, e será acompanhada atentamente até as 37 semanas de gravidez, quando os pontos serão retirados. A partir daí, pode ficar tranquila para esperar o trabalho de partocomeçar sozinho. 

É possível que seu médico recomende repouso. Não há provas contundentes de que permanecer na horizontal impeça o trabalho de parto, mas a intenção é aliviar a pressão do peso do bebê sobre o colo do útero. 

Quem corre mais risco de ter insuficiência do colo do útero? 

São motivos para ter atenção especial ao colo uterino: 

• Se você já sofreu um aborto espontâneo no segundo trimestre, ou teve um parto prematuro sem causa aparente. 

• Se você já se submeteu a um procedimento para retirada de lesões pré-cancerosas no colo do útero, como a conização ou biópsia em cone, ou uma cirurgia denominada "de alta frequência". 

• Você teve alguma lesão no colo do útero num parto anterior ou numa curetagem, ou fez aborto. 

• Você tem um colo do útero anormalmente curto.

terça-feira, 17 de maio de 2011

AJ - 2 anos

Sou indecente. Não assinalei aqui os dois anos da AJ. A Ana João fez dois aninhos no dia 29 de Abril e está uma mulherzinha. Fraldas só à noite, falar é pelos cotovelos (e bem) e a partir de hoje dorme sem grade na cama. Está farta de camas de bebés e os pais fizeram-lhe este mimo.

A conversação é, de facto, o que mais apetece sublinhar. Tem cada vez mais vocabulário, já faz pequenas frases, ainda que sem verbos ou artigos, e repete tudinho. Quando chega a casa já conta o que se passa na escola. Por exemplo, hoje contou-me: "Tiago, pão, chão". E eu perguntei: "E a Bela, o que fez?", "Ralhou", disse ela. "E a Teresa?", perguntei. "Ralhou, Gabriel". "Porquê?" (eu) "chorar, gaveta", respondeu-me...
Aos poucos isto vai lá!

Está no percentil 90 de altura, com os seus 89 cêntimetros e o médico achou que ela vai ser alta. Disse ainda que ela está 8 estrelas...

Depois de um Inverno com muito poucas doenças. No final da Primavera termina o tratamento profilático que faz para as bronquiolites e alergias e no início do Outono logo se vê.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Adeus fraldas

A AJ fez o seu primeiro xixi no bacio na quinta-feira. Desde então a evolução tem sido muita. Se ao início não pedia para ir ao bacio e os xixis pelo chão aconteciam, hoje já diz "mãe, mãe, mãe" e nós percebemos o código. Depois, assim que acaba o xixi no bacio sabemos logo, porque diz "boa!". E lá estamos nós, a bater palmas e a responder-lhe "boa filha"....
No fim-de-semana fez alguns xixis pela casa, mas estamos a evoluir bastante bem.
O primeiro xixi no bacio aconteceu na escola e nesse mesmo dia, em casa, fez mais um xixi e um cocó. Na segunda-feira, a pedido da educadora, já foi de cuecas (ou como ela diz "cuquecas") para a escolinha. Ao que sabemos, estes dois dias, também na escola, correram lindamente.

Está tão crescida a minha pincolha... o tempo passa rápido e aqui está ela, prestes a completar dois aninhos, a deixar as fraldocas.

Adeus fraldas, olá poupança!!!

segunda-feira, 14 de março de 2011

De regresso

Cá estamos. Fisicamente a coisa vai, psicologicamente, vive-se um dia de cada vez!

O trauma é enorme e o medo de hospitais, que nunca tive, é gigante!

Confirma-se que tenho colo do útero incompetente, que não aguenta as gravidezes, e o nascimento prematuro da AJ é já prova disso. O Zé Pedro não teve tanta sorte, talvez porque a pouca diferença de tempo entre gravidezes, enfraqueceu ainda mais o colo do útero.

Daqui a dois anos posso engravidar, segundo o meu médico, mas terei sempre que fazer uma cerclage (coser o útero depois de engravidar) e ter uma gravidez de risco, em repouso. Hoje já pondero a hipótese de voltar a engravidar. A AJ tem que ter um irmão. O Zé Pedro, esse, estará para sempre na nossa memória!

domingo, 6 de março de 2011

Zé Pedro

O Zé Pedro nasceu na sexta-feira, 4 de Março, pelas 22h30, já sem batimentos cardíacos. Para já não me apetece dizer muito mais. Obrigada pelo apoio de todos

quinta-feira, 3 de março de 2011

e...

23 semanas e 2 dias!

MAC

O médico que hoje passou voltou a dizer: calminha e, se continuar assim, para a semana vai para a MAC (Maternidade Alfredo da Costa), onde têm condições para o viabilizar sem sequelas. Vamos ver...

Mais um dia

23 semanas e 1 dia. Mais uma vitória.

Desorganiza-te

Sou uma mulher ligeiramente desarrumada,, mas excessivamente organizada. Planeio tudo, e com antecedência, para que nada escape ou falhe. Este mês de Março ia ser de grande mudança: ia deixar de ser  jornalista (mantendo no entanto o cargo de directora) e fazer um curso de técnico auxiliar de farmácia para ir trabalhar para a farmácia do meu pai. Quando o curso acabasse, ficava de licença de maternidade e depois então começaria a trabalhar.
Mas a vida mostrou-ma quem é que manda... Agora estou aqui, deitada, a tentar treinar a minha mente para deixar de planear... Nunca é tarde para aprender mais uma lição!

DEUS de mão dada com a medicina

Quando um médico diz "vai aguentar, se Deus quiser", percebemos como a medicina não pode mesmo fazer mais nada!

quarta-feira, 2 de março de 2011

Novidades

Ainda não fiz a eco. De manhã veio cá um médico que me disse que há pediatras que defendem que a viabilidade é possível a partir das 24 semanas. Disse ainda que se o bebé aguentar uma semana (fazemos hoje 23), serei transferida para a Maternidade Alfredo da Costa, para que quando o bebé nascer, ter todo o acompanhamento necessário.

Mas, como tenho vindo a aprender, não vale a pena fazer planos....o meu lema agora é só um: viver minuto a minuto!

Notícias

Hoje vou fazer uma eco. Há uma remota hipótese de o saco ter recolhido e me fazerem uma intervenção que fecha o útero. Se assim fosse, e ñão quero ter grandes expectativas, poderia ir casa até ao parto.
O pessoal é unânime ao dizer que se o bebé aguentasse mais 3 semanas era óptimo, porque teria viabilidade. Acredito, mas fico apreensiva. Terá então 26 semanas e uma longa e dura caminhada pela frente, na Maternidade Alfredo da Costa....
Ideal, a meu ver, era que aguentasse pelo menos sete semanas, até entrarmos nas 30 semanas... lá para o final de Abril, altura em que nasceu a AJ...´

Vou dando notícias!

terça-feira, 1 de março de 2011

cá estamos

Cá continuamos, um dia atrás do outro. Tudo aparentemente calmo, à espera que algo aconteça...ou não!

Os prognósticos são reservados: a situação é frágil e há risco do parto se dar a qualquer momento. Não dando, ficaremos até isso acontecer. Se for lá para Junho, aqui estarei até então. Pelo caminho fica tirar a fralda da AJ, o seu segundo aniversário, o desenvolver diário e imensas saudades dela...

Quando estou por cima, sinto-me com coragem para aguentar aqui uns meses até levar o Zé Pedro para casa. Quando as forças se esgotam penso: se tiver que ser que seja rápido, para eu poder sair desta cama! Acho que ninguém me pode censurar por pensar assim!

Nunca pensei que o raio caisse duas vezes no mesmo telhado... só é pena que não tenha sido só lá para as 33 semanas também!

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Estou internada no Hospital de Abrantes, por risco de parto prematuro. Vim cá ontem fazer uma eco de rotina quando o médico se deparou com o colo do útero aberto, rasgado, sei lá. A membrana/saco já estava de fora e por isso era tarde para fazer alguma intervenção. Estou em descanso absoluto e resta-me esperar. Se nascer, será inviável (22 semanas).

Aconteça o que acontecer, uma coisa é certa: não volto a engravidar. Está visto que o meu útero não nasceu para estas coisas!

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Ponto da situação

E eu que não consigo largar o Nausefe!!!

O Zé Pedro está a crescer a olhos vistos. A minha barriga está gigante, equivalente à que eu tinha no fim de tempo (33s) da AJ. Acho que vou rebentar. Já engordei dez quilos, o mesmo que tinha no final da gravidez da minha linda mais velha. É desta que vou aos 20 quilos!

A AJ está óptima, reguila, princesa e voltou a dar belas noites (agora sim, a AJ voltou) aos papás.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Vocabulário extenso

É impressionante a evolução da AJ no que à fala diz respeito. Cedo começou a dizer as primeiras palavras e foi sempre evoluíndo, presenteando-nos com novas palavras com frequência, mas os últimos dias têm sido espantosos. Repete tudo, mas tudo mesmo, o que nós dizemos. Se não sabe dizer correctamente, diz mais ou menos, mas diz. Fala já imenso e o vocabulário cresce a cada dia.

Todos os dias temos que nos rir com as palavras novas que ela diz. Inês, Élio (os nomes dos pais), Ema (cadela), Zé (gata), Zé Pêdo (nome do projecto de irmão), mano, porta, bota, cara, perna, baço, floca (flocos...está viciada em flocos sem leite), ursho (urso), mini e miki (Minny e o Mickey) chorari (chorar), xixi, cocó, papis (comida e lápis), mão, pai, mãe (claro), avó Babi (avó Gabi), tati (tia fátima), caco, baba (outros tios), tio João, tia João, escola (quando diz que o bibe é da João - ela própria - para a escola), etc...

Gostava de conseguir registar aqui a evolução, mas é muito difícil, porque ela já diz mesmo imensa coisa. É fantástico. É a cara do pai, mas é faladora como a mãe!!!

Além disso, isto já permite mandá-la fazer algumas coisas e que o recado chegue ao outro lado da casa. Exemplo: hoje de manhã, depois do pequeno-almoço, disse-lhe para ela ir ter com o pai à casa-de-banho para lavar a cara. Ela foi, chegou e disse: "Pai, cara". E o pai lavou-lhe a cara...

Mais do que ter filhos, é fantástico vê-los crescer!

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Massagem precisa-se

Hoje às 16 horas vou fazer uma massagem. Só não sei ainda como me vão deitar, mas estou a precisar mesmo de aliviar estas dores nas costas. Depois vos conto!

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Nunca se cala

A AJ já não se cala um segundo. Há muito que começou a dizer imensas palavras, mas está cada vez melhor. Hoje disse-nos de manhã "bia", que é como quem diz bom dia. Na escola, repete as ordens das educadoras aos colegas e imita todos os sons. É impossível sintetizar aqui todo o seu vocabulário, porque já é imenso!

Abraços a três

A Aninhas adora dar abraços familiares. Quando quer um mega abraço a três (a quatro com o mano no forno), abre os dois braços, olha para o pai, olha para a mãe e nós temos que nos baixar, para o maravilhoso abraço a 3. Se por acaso eu e o Élio falarmos mais alto um com o outro, ainda que a brincar um com o outro, ela dá sinal, olha para nós e estica os braços como quem diz "deixem-se disso, vamos fazer as pazes com um abracinho bom"!! É tão linda a cachopa...

Sling

Tenho que arranjar um sling para a AJ andar com o boneco, enquanto eu ando com o "Zé mano", como a Aninhas lhe chama!

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

De regresso

De regresso à realidade. Estamos bem, mas a trabalhar a ritmo lento! Acabaram-se os stresses de fecho de edição... Estou proibida!

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Dores nas costas

Com muitas dores nas costas. Liguei ao médico, que não me deixa ter dores (o trabalho de parto da AJ começou exactamente com uma dor de costas), e mandou-me ir ter com ele às 16 horas. Espero que não passe disso mesmo, uma dor nas costas!

18 semanas de Zé

O Zé Pedro faz hoje 18 semanas de gestação. Está crescido o meu pirralho...

Insónias

A AJ, desde a última semana, tem dado umas noites difíceis. Não sei se são dentes a nascer, mas a verdade é que acorda e demora cerca de 2 ou 3 horas para voltar a adormecer. Estamos de rastos cá por casa!

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Penteados

A Ana João será a única criança de quase dois anos que nunca cortou o cabelo? Nem uma ripazita!

Ainda o nascimento da AJ

Ontem tentei contar a história do nascimento da AJ no site "Ser Prematuro". Acredito que se os futuros pais souberem como é lidar com o nascimento de um filho prematuro, conseguirão lidar melhor com a situação. Descobri, no entanto, que não tenho ainda o distanciamento suficiente daquele momento para poder contá-lo de forma factual, sintética. Impressionante como o momento me marcou tanto e em como esta segunda gravidez me faz repensar tanto naqueles dias!

Ansiedade estúpida

Esta gravidez está a ser muito diferente da da AJ. Na outra, apesar de ser a primeira, andava mais descontraída. Nesta, qualquer coisa me dá para temer que algo esteja a acontecer com o bebé. Tem explicação, penso eu: por um lado, tive o descolamento de placenta e um mês fechada em casa, sem trabalhar, deixa mais tempo para pensar... Por outro lado, a gravidez da AJ terminou como terminou e é impossível não temer que se suceda algo de semelhante.
Quero relaxar, pensar noutras coisas, viver cada dia com calma até Julho e aproveitar ao máximo aquela que será, provavelmente, a minha última gravidez.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

maleta

Esta é a lista disponibilizada pelo Hospital de Abrantes.

A mala da mamã e do bebé deve estar preparada a partir do 7º mês de gestação.

Para a mamã:
     - Documentos pessoais
  • Documentos de identificação
  • Informação médica: Boletim da Grávida e todas as analises e ecografias.
     - Objectos de uso pessoal
  • 4 camisas de noite
  • 2 ou 3 soutiens de amamentação
  • Discos absorventes de amamentação
  • 8 Cuecas descartáveis
  • 1 Cinta
  • 1 Robe/Roupão
  • 1 Par de chinelos de quarto
  • 1 Par de chinelos de plástico para tomar banho
  • Artigos de Higiene pessoal: champô, sabonete, escova e pasta de dentes, escova de cabelo, creme hidratante para a pele.
  • sacos de plástico para a roupa suja (se possivel deverá envia-la diariamente para casa)
O Hospital disponibiliza Pensos Higiénicos absorventes grandes e toalhas para a higiene.


Para o Bebé:
Separar as coisas para o dia do Parto.
     - Conjunto para o 1º dia
  • 1 conjunto interior com calças
  • 1 Fatinho de duas peças
  • 1 Par de Botinhas/Meias
  • 1 Fralda descartável
  • 1 Fralda de pano
  • 1 Touca
  • 1 Manta polar
  • 1 Pente/Escova
     - Para os outros dias
  • 4 Fraldas de pano
  • 1 Pacote de fraldas descartáveis para Recém Nascidos
  • 4 Fatinhos
  • 4 Conjuntos interiores
  • 2 Botinhas/Meias
  • 1 Casaco de lã
  • 2 Toalhas de banho
  • 1 Chupeta
  • Sacos de plástico para a roupa suja.
Selecciona a roupa conforme a estação do ano.
Não leves roupas de vestir pela cabeça.
O Hospital disponibiliza artigos de higiene para o bebé.

Roupinha

Para aproveitar a semana que ainda vou estar em casa, dei já uma volta pela roupa da AJ para ver o que poderia servir ao mano. A altura em que vai nascer é praticamente a mesma (a aj estava prevista para Junho e o Zé para Julho), logo coincide a estação do ano. Tirando os vestidos há imensa coisa que serve ao meu mais novo. Aproveitei o sol que bate na varanda e já lavei, sequei e passei a roupa.
Adoro preparar estas coisinhas. Torna cada vez mais real a existência de mais um bebé nesta casa.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Recordações/medos

Estive a ler os posts aqui colocados aquando do nascimento da AJ... Como é possível ter vivido o melhor e pior momento da minha vida num só?
Espero que o nascimento do meu mais pequenito seja rodeado de menos sofrimento... Confesso que tenho medo que seja tão difícil como o anterior, mas ao mesmo tempo tenho muita esperança que não!

Zé Pedro

Zé Pedro... tem cara de Zé Pedro!

No Nausefe

Estou há mais de 48 horas sem Nausefe!

Bem-vindo Cesário!

Bem-vindo Cesário. Nasceu no sábado, dia 29 de Janeiro, o Cesário, filho dos nossos amigos André e Adriana. Estão todos muito bem e nós muito felizes por eles.
Cesário, bem-vindo ao mundo. André, Adriana, bem-vindos ao mundo da parentalidade!

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Pontapés

E ontem à noite, 27 de Janeiro, com 16 semanas e 6 dias, comecei a sentir os pontapés do meu pequenito. ´Já me tinha esquecido de como era bom!

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

AJ e o seu primeiro amor

AJ e "Afofo" no recreio. Uma pouca vergonha!

Mais novo

Ontem voltámos a ver o nosso mais novo. Fui ter com o médico, que me quis fazer nova ecografia, para acompanhar o estado da placenta. Já está mais subida e se não tiver mais nenhum sintoma até à próxima semana, terei alta.
O bebé está óptimo, grande, cerca de uma semana acima do tempo de gestação, e todo mexido. Vimos os pés e as mãos na perfeição, a coluna, o estômago cheio, os olhos e as orelhas, os lábios, os joelhos, a coluna muito perfeitinha e até o cerebelo, que está perfeito diz o médico.
Confirma-se que é um menino e que está bem de saúde. O médico queria ver-lhe os lábios ao pormenor, mas ele não deixou porque esteve sempre com as duas mãos a tapar a cara. É lindo, lindo, lindo e quanto mais o vejo, mais gosto. É espantosa a sensação.

Com isto tudo o bebé já tem 4 meses... só faltam cinco para o ter nos braços (espero)!

A AJ e o mano
A AJ já ouviu falar em mano, mas não sei se já percebeu o que é. Faz festinhas na barriga da mãe e sempre que alguém lhe pergunta pelo mano, aponta para a minha barriga. Temos a ecografia do sexo do mais novo exposta e sempre que a AJ olha para ela diz "mano"... Deve achar que o mano é muito estranho.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

É UM MENINO

Pois é, depois de uma menina maravilhosa, linda e muito reguila, vou agora ter um rapazito. Eu não sei ter um menino, mas sei que daqui a uns anos vai ser um grande defensor da sua mana velha! Estou muito feliz!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Nomes?

Vamos lá, estou à espera de sugestões para o nome do príncipe ou princesa que aí vem...

AJ tagarela

A Ana João está numa fase muito gira. Além de ser uma autêntica pirata, repete tudo o que dizemos. Já fala imenso e está mesmo desenvolvida. O pior é o mau feitio!!! Vai ser bonito quando tiver 13 anos...

Não, pá!

A AJ, como já o disse, é um pouco louca. Aprendeu a dizer "não pá" e sabe bem utilizá-lo. Dá imensa vontade de rir, mas não podemos! Sempre que quer que a larguemos, lá está ela, "não, pá", enquanto nos empurra para trás! Agora que ela ainda não lê isto posso dizer: é tão linda a minha filhota!

Repouso...

Aqui continuo de baixa, à espera de ter novidades na próxima quinta-feira, quando irei ao médico! Espero que esteja tudo bem. Não sinto ainda o bebé (15 semanas) por isso existe sempre uma certa ansiedade em saber se estará tudo bem. A barriga, essa, continua a crescer a olhos vistos!

Espero que, além de estar tudo, saber o sexo do bebé! Tenho alguma curiosidade...

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Baixa

Cada gravidez é uma gravidez. Estou desde quinta-feira de baixa por causa de descolamento da placenta. Tenho que estar 15 dias de repouso e depois logo se vê. Já no dia 29 de Dezembro o médico me tinha dito para não fazer esforços ou exercício físico, mas agora estou mesmo em casa, porque houve descolamento. O bebé está bem, grande e lindo, mas eu tenho que ter calma para o conseguir manter por mais 6 meses... O pior é não poder ficar sozinha com a minha filhota, que é uma pestinha e bem pesada... Nada que não se aguente!