quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Aerosol e fisioterapia

Que manhã animada a de hoje. A tosse da Aninhas não passa nem por nada. A tomar xarope desde sábado (e já o tinha tomado há uma semana ou duas) a tosse insiste em ficar e a pieira em aumentar. Esta noite teve um grande ataque e decidimos ligar, de uma vez, ao médico que a assiste desde que nasceu no hospital de Abrantes. O médico mandou-nos ir à urgência pediátrica fazer aerosol e lá fomos nós. Foi vista por uma médica, fez aerosol e ainda fez uma sessão de fisioterapia para a ajudar a limpar os pulmões. A Aninhas não gostou nada do aerosol (pelo menos ao início, porque depois acabou por adormecer) e gostou ainda menos a fisioterapia. Amanhã e sexta tem novas sessões e depois logo se vê.
A técnica que lhe fez a sessão ensinou-me a colocar soro fisiológico de uma maneira espectacular (que entra de um lado, sai do outro e leva muito ranho) e disse para a manter hidratada e com o nariz desentupido e que tenho que a fazer respirar fundo. Como? Fazendo-a rir ou chorar. Ora aí está. Disse-me ainda que as crianças calminhas (que choram pouco) têm maior tendência para acumular coisitas nos pulmões.

Sem comentários: