segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Ana João, capa de revista

Pronto, não resisto a colocar aqui a capa de revista mais gira do mundo. Ontem de manhã acordei com a minha princesa na primeira página da revista Domingo, do Correio da Manhã. Já sabia que iria sair uma foto, mas quatro e duas delas em tamaho destaque, não esperava...

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Abdominais definidos

A minha filha já mostra ter uns belos abdominais: apesar de ainda não se sentar sozinha, de vez em quando já se consegue levantar quando está inclinada para trás. Tudo, com a força dos seus maravilhosos e elegantes abdominais.

Mediática

Para os que nunca viram a minha pincolha (porque eu não gosto de colocar aqui fotografias da minha menina), terão possibilidade de a conhecer na revista de domingo do Correio da Manhã. Pelo menos acho que é já este domingo. A mãe não disse nada com jeito, mas a filha ficou bonita nas fotos!

Vacina gripe A

O médico da AJ aconselha a vacina para a gripe A. Não podemos esquecer que, apesar de não ter tido qualquer problema respiratório, a Ana nasceu prematura. À pergunta se a vacina é 100 por cento segura, a médico respondeu: "Isso nem a água, mas pesando os riscos das duas coisas (vacina ou gripe), ganha a vacina".
O médico disse também que ela pode tomar já a vacina, mas se está em casa, não será tão necessário. Disse mesmo foi para lha dar 3 semanas antes de ir para a creche (eu não sei se ela vai em Janeiro. Eu não queria, mas se for a única solução de arranjar uma vaga para o próximo ano, terá que ir).

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Para mais tarde recordar


3 meses
: começou a sorrir e dormir a noite toda. Começou também a deitar-se mais cedo e a acabar com os serões de berros (hoje sabemos o que é estar no sofá a ver televisão). Descobriu as mãos.

4 meses: Começou a segurar bem a cabeça, a agarrar em objectos e a gargalhar. Mesmo no final dos 4 meses passou para o seu quartinho e para a nova caminha de grades.

5 meses: Começou a comer sopa, fruta e papa. A mama passou a ser só três vezes por dia e em menos quantidade. As refeições passaram a ser mais espaçadas. Já percebe que os pais se ausentam e não gosta. Descobriu os maravilhosos cabelos da mãe....e com tanta força que ela descobriu! Se já palrava muito, nesta fase começou a desenvolver grandes conversas.

6 meses: começou a comer carne. Pouco mais há por dizer por agora.