quinta-feira, 30 de abril de 2009

Day after


Na realidade foram cometidas pequenas imprecisões no post anterior, mas não tiram verdade aos acontecimentos. No day after ao parto, a mãe já se levantou da cama e andou para cima e para baixo: Piso 5 (maternidade) e Piso 6 (pediatria, onde está a Ana João, enjaulada na incubadora….não sabemos por quanto tempo).
Hoje já lhe foi tirado o tubo que lhe estava a estimular a respiração, ou seja, os pulmõezinhos, que são lindos (imaginamos), já estão a trabalhar quase a 100 por cento.
Amanhã (1 de Maio) vou cedo para o hospital para estar o máximo de tempo possível com a AJ.
Curtem o pézinho direito da AJ?!)

Cumprimentos a todos

Pai

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Ana João já nasceu

Caros e caras acompanhantes deste blogue:
Como a mãe não pode neste momento mexer-se, é o pai que está praqui a teclar. Isto para vos informar, em segunda-mão, que a nossa filha já nasceu. Não sei precisar mas eram cerca das 20 horas (uns minutos a menos), de quarta-feira, dia 29 de Abril, que a Ana João (AJ) nasceu, quando ainda só passaram 33 semanas desde que foi concebida.
O facto de ter nascido cedo de mais - a catraia queria mexer-se mas já não tinha espaço - não quer dizer que não esteja tudo bem com ela (salvo as devidas precauções).
A AJ está na incubadora, longe da mãe, porque tem que ser ajudada a respirar, etc, etc, etc...
Às 16 horas fomos para o hospital de Abrantes, porque a mãe estava a sentir umas dores nas costas e na barriga. Falámos com o Dr. Estevão, pelo telefone, e ele disse-nos que o melhor era irmos ao hospital...quando lá chegámos, depois de feitos os exames, a mãe já tina 4 dedos de dilatação, assim como quem não quer a coisa.
Foi para a sala de operações às 19h35 e a coisa deu-se.
Já me esquecia: a Ana João é linda!

Boa sensação sem dúvida.
Cumprimentos e até amanhã, ou depois!

terça-feira, 28 de abril de 2009

PPP - respiração e papel do pai na hora h

Na segunda-feira tive mais uma aula de PPP. Foi dedicada à respiração a ter na hora do parto (confesso que não tenho treinado muito em casa). Amanhã teremos uma aula só para casais, destinada a aprender qual o papel do pai durante o trabalho de parte. Nós vamos a todas, não vá a moça dar a volta até ao grande dia. Se não der e tiver mesmo que ser por cesariana,enquanto estiver a olhar para o tecto vou fazendo a respiração que ando a aprender.

Uma coisa engraçada nas aulas de PPP é o ambiente entre as grávidas: a maioria é mãe de primeira apanha e, como tal, está ansiosa e cheia do medo com o que aí vem. Começa agora a parte mais difícil: vê-las ir indo embora... A que está mais grávida (com quase 36 semanas) tem que estar em repouso absoluto, pois o bebé quer nascer e a médica quer ver se ele aguenta pelo menos mais uma ou duas semaninhas. É a contagem decrescente!!!

33 SEMANAS

Esqueci-me de dizer que fizemos ontem 33 semanas... pânico!!! Tirando o facto dos números irem andando, nós estamos na mesma. Há, no entanto, uma coisa que me tem começado a afectar e que até agora não sentia: umas pontadas que me impedem quase de andar. De resto estamos muito bem: felizes, ansiosas e com vontade de dar beijocas nas bochechas e umas palmadas levezinhas no lindo rabiosque da minha menina.

domingo, 26 de abril de 2009

Muito melhor

Com um bocadinho de Fenistil Gel e um gel de banho e leite corporal próprios, a minha comichão está muito mais calma. Ainda incomoda, mas muito mais tenuemente. Esperemos que passe. Também poderá ter sido apenas uma alergia... pelo sim, pelo não, tenho evitado os morangos (a enfermeira perguntou se eu tinha comido morangos)!

sábado, 25 de abril de 2009

SEMPRE

E porque hoje é 25 de Abril...
E porque espero conseguir transmitir à minha filha os valores que considero certos...

Aqui fica:

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Eco

A filha
Ontem, como vos disse, fui fazer uma ecografia. O médico, já que foi no hospital, não estava com muito tempo (só ontem nasceram 10 crianças na maternidade onde a AJ vai nascer), por isso a eco não foi tão boa como é costume. Seja como for lá estava a minha menina: sentada, enorme e linda. Do alto dos seus 2,420 Kg, a minha princesa está no percentil 80... Grande? Digamos que não é propriamente pequena. Está óptima e isso é que me importa.
O tamanho dela é, exactamente, o que leva o médico a preparar-me psicologicamente para a hipótese de ela ter que nascer de cesariana. Seja como for, quando ela tiver entre as 35 e as 36 semanas voltamos a fazer uma eco para ver se ela já virou.

A mãe
Falei ao médico nas borbulhinhas na barriga e no peito. Falou-me também em eritema gravídico e mandou-me fazer análises hepáticas. Fi-las logo no hospital e hoje fui ter com o médico para saber o resultado. Falta sair um valor, mas a função hepática está bem.
Disse-me o médico que se o eritema agravar a bebé poderá ter que nascer mais cedo do que o planeado. Ontem, como isto foi sem muito tempo para explicações, fiquei um pouco ansiosa, mas hoje o médico já me disse que nascer mais cedo significaria, sempre, a partir das 36, 37 semanas. Hoje estou mais aliviada. Diz o médico que isto chega a causar tanto incómodo, que tiram os bebés mais cedo para bem das mães.
De facto, incómodo é. Tenho imensa comichão e, com a chegada do calor, terá tendência para piorar. Já estou a usar um gel de banho e um leite corporal para peles "ofendidas" e o médico disse mesmo para eu pôr um pouco de fenistil gel.
Além do incómodo, calculo que a imagem não seja a melhor: estou sempre a coçar-me.. lindo!!!

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Eco amanhã

Amanhã à tarde vamos ver a nossa menina. É dia de ecografia no hospital onde a AJ irá nascer. Será que vou ter uma maior noção se será cesariana? É bom não esquecer que estou com 32 semanas e a minha menina, cada vez maior, ainda não quis virar. Sou a única na minha aula de PPP cuja bebé ainda não virou. Não interessa, seja o que for!
Entretanto, não tenho mais nenhuma consulta marcada. Amanhã saberei qual o próximo passo... Quererá isto dizer que está a chegar a hora???

PPP - respiração

Hoje tive nova aula de PPP. Pela segunda vez estivemos a aprender a respiração para a hora do parto. Até ver a minha menina ainda não virou, continua deitadinha e se assim continuar não devo precisar destas aulas, mas nunca sabe.
Já aprendemos a controlar o corpo quando começam as contracções, a respiração que devemos fazer quando começam e quando intensificam. Também a respiração que devemos fazer quando começa a vontade de expulsão do bebé, mas ainda é cedo, já a sabemos. Regra número 1: controlo. Regra 2: nada de gritos.
Só tenho uma questão: será que na hora H nos vamos lembrar de tudo isto?
Amanhã tenho nova aula e o pai também vai: vamos dedicar uma parte de novo à hora do parto e outra parte à amamentação.

Nausefe...ainda

Domingo foi dia de terminar mais uma caixa de Nausefe. Resolvi tentar deixar o vício (sim, ainda ando nesta luta). Este é o terceiro dia sem comprimidos. Tem estado a correr bem, se bem que já estive melhor do que hoje. Vou fingir que nem percebo, não vou dar grande confiança a estes malditos enjoos. Vamos ver até onde chegamos!

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Obrigada



Recebemos este reconhecimento da Renata Caroline, nossa companheira brasileira, do blogue À espera do tão sonhado baby.

Como isto é uma coisa que tem regras, aqui vai:

1. Exibir a imagem do selo
2. Comentar no blog de quem te convidou
3. Linkar o blog que te convidou, no seu blog
4. Repassar para 5 outros blogs

Pois os blogues são:

1 No Início de Um Projecto a Dois
2 A Nossa Primeira Viagem
3 A Minha Feijoca
4 Bebé Silva Jordão
5 A cegonha cor-de-rosa

*eu sei que isto dá algum trabalho. Se não o quiserem ter, eu não levo a mal

Eritema gravídico? Não queremos

A minha gravidez esá a correr às mil maravilhas, como sabem. Os enjoos têm sido o único problema, mas uma vez controlados pela medicação, não há nada que me atormente por aí além.
Na semana passada comecei a ter comichão na barriga e reparei, durante o fim-de-semama, que tinha borbulhinhas pequeninas na bariga. Hoje perguntei à enfermeira o que seria: a senhora disse para eu falar com o médico, mas adiantou-me que deverá ser um eritema gravídico. Algo causado pelas hormonas e que aparece, num ano (pelas mulheres que passam no centro) em três ou quatro. Até ver está só na bariga, mas a senhora diz que é possível que chegue a todo o corpo. Não faz mal nenhum ao bebé, mas incomoda muito a mãe...
Não queria passar pela gravidez sem saber o que ela comporta, pois não? Aí tens Maria Inês...

domingo, 19 de abril de 2009

32 SEMANAS

Amanhã, segunda-feira, fazemos 32 semanas.

"Está grávida de 32 semanas – já só faltam 56 dias!
A ponta dos dedos das mãos e dos pés está agora coberta com unhas.

Por esta altura, o bebé pesa cerca de 1,8 kg e tem pouco mais de 43 centímetros. As unhas das mãos e dos pés já cresceram completamente. Alguns bebés já têm uma boa cabeleira; outros têm apenas uma penugem.
O bebé ocupa agora muito espaço no interior do útero mas o espaço confinado não lhe limita o nível de actividade. Poderá ter ouvido dizer que é normal os bebés abrandarem o ritmo com o avançar da gravidez, mas isso não é verdade. Se notar alguma redução dos movimentos do bebé, contacte o seu médico".

Aqui por casa continuamos muito felizes, ainda confortáveis e com alguma ansiedade de ver a carinha da nossa menina. As caminhadas têm sido, de facto, uma boa opção: não me sinto a engordar muito e sinto-me ainda muito ágil.
A ansiedade do parto, arrisco-me a dizer, está a diminuir. Talvez a crescente vontade de ver a minha menina no colo, contribua para isso.
A minha maior preocupação continua a ser apenas uma: o peso da Ana João. Não consigo comer menos, tenho um apetite enorme e não sei mais que devo fazer. Mas não há-de ser nada...
Os preparativos estão bem adiantados. Como começámos cedo a organizar as coisas para receber a nossa princesa, não andamos num grande virote para ter tudo pronto. Pelo contrário, estamos simplesmente à espera da nossa menina (que esperemos que se aguente mais dois meses).

sábado, 18 de abril de 2009

Amigos sem filhos

Um destes dias, na esplanada do Razões, na Avenida (onde há os melhores caracóis e a melhor imperial da região) uma amiga, enquanto olhava para duas recém mamãs com os seus rebentos, brincava dizendo: "Daqui a uns dias és tu, arranjas amigas também com filhos e depois não nos ligas!!!".
Entenda-se que eu sou a primeira, do meu grupo mais chegado de amigos, a ser mãe.
É uma brincadeira, é certo, mas isto no fundo dá que pensar. Como vai ser depois da AJ nascer? Os amigos fazem planos e deixam-nos de fora porque temos uma criança? Ou somos nós, recém e inseguras mamãs, que sentimos necessidade de procurar pessoas que tenham as mesmas preocupações que nós? Ou somos novamente nós que nos tornamos umas melgas que só sabem falar de crianças e os amigos, que ainda têm outros assuntos de interesse, saltam fora?
Ou isto é um mito e depois vou perceber que é possível manter os mesmos amigos, mesmo que estes não tenham como principais preocupações a muda de fraldas, as dificuldades de amamentação ou a queda do cordão umbilical?

Contem como é?

Ai, a mala da maternidade...

Já não sei que faça quanto à mala da maternidade. Dão-nos uma lista enorme de coisas que devemos levar, mas depois gritam: "NÃO TRAGAM MALAS MUITO GRANDES". A enfermeira que nos dá as aulas de preparação para o parto diz que uma coisa que as maternidades pedem para ela avisar, é para as mães não levarem malas muito grandes, porque o cacifo para as guardar é pequeno, logo não há espaço para nada.
Eu, como já vos tinha dito, já tinha feito a mala e, desde que comecei as aulas, já a reduzi por duas vezes.
Primeira versão: um trolei não muito grande, mas não muito pequeno, em que tinha tudo para mim e para a Ana João. À parte tinha uma malinha mais pequena onde levava apenas a primeira muda para a João, já que não vou ser eu a vesti-la.
Segunda verão: Acabei com a mala pequenina e juntei, numa bolsa identificada como "a minha primeira roupinha", tudo na grande.
Terceira versão: depois de uma mãe de segunda viagem que anda comigo nas aulas, me ter dito como foi a sua experiência na maternidade para onde vou, resolvi mudar tudo outra vez. Levo um saco pequeno com a primeira roupa da AJ (a manta, com a fralda de pano aberta no interior, embrulha toda a roupinha e a fralda descartável), uma muda para o caso de ela se sujar, uma camisa de dormir para mim, chinelos, bolsa de higiene, roupa interior, toalhas de banho para as duas, uma escolva e uma chucha para a minha menina e mais nada. Deixei já dois sacos mais pequenos em casa, com as roupas que o pai deve levar para nós as duas no segundo e no terceiro dia. O pai está só a 40 km de distância, com uma boa estrada. Num instante nos leva o que necessitarmos.
Não quero saber de mais nada. Só levo aquilo!

Sessão fotográfica


Foto tirada pelo pai quando tínhamos 31 semanas e um dia. Há muito que temos uma sessão fotográfica pensada (aqui em casa com o nosso fotógrafo preferido: o pai), mas ainda não a fizemos. Acho que estamos à espera que a mãe deixe de ter barriga...

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Quantos???

Para todos aqueles que ficam a olhar para mim como quem diz que eu devo ser parva, quando eu digo que tenho 31 semanas e 4 dias, aqui fica a tabela de conversão:

1 Mês: 4 semanas e 2 dias
2 Meses: 8 semanas e 4 dias
3 meses: 13 semanas
4 meses: 17 semanas e 2 dias
5 meses: 21 semanas e 5 dias
6 meses: 26 semanas
7 meses: 30 semanas e 2 dias
8 meses: 34 semanas e 5 dias - 9 de Maio
9 meses: 39 semanas - 8 de Junho
DPP: 15 de Junho

PPP - higiene do bebé

Hoje eu e o pai tivemos aula sobre a higiene nos bebés. Foi muito interessante, deu-nos uma série de luzes sobre o que ainda se faz ou o que já é do tempo das nossas avós e mostrou-nos que não há que ter medo. Com calma e bom senso, em poucos dias, estaremos práticos a dar banho à nossa menina. Falámos de banho e muda de fralda, bem como de tudo o que é preciso para tal, falámos de cólicas e limpeza dos olhos, do cordão umbilical (ao que parece o álcool a 70º já passou de moda) e de vários sinais que podem aparecer e assustar os pais de primeira viagem, mas que são normais.Foi muito bom. O pai adorou, pois já andava preocupado que o tempo passa e ele sem saber como ir tratar da sua mais nova...
Segunda-feira tenho ginástica e na quarta-feira uma aula dedicada à amamentação. Espero que tudo se resolva pelo melhor e a enfermeira não tenha que se ausentar. O curso está a ser muito interessante.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Aulas PPP

Na segunda-feira tive a minha primeira aula de preparação para o parto. Não sei, sinceramente, quantas vou ter. Há apenas uma enfermeira no centro de saúde a fazer esse trabalho e está em vias de pôr atestado por motivos familiares. A concretizar-se, não sei o que me espera.
Na segunda-feira convesámos muito sobre o dia do parto e sintomas de risco nestes últimos dias. Hoje fizemos alguns exercícios para tonificação muscular e para "arrumar" o bebé. A enfermeira disse que poderia ajudar a AJ a virar, mas quando percebeu que aqueles exercício fiz eu até Fevereiro passado, em pilates, disse para eu não ter grande esperança, embora haja sempre possibilidade.
Soube-me muito bem a aula de hoje. Gosto daquele ambiente com as minhas colegas de maternidade. Está tudo feliz e atemorizado, ao mesmo tempo e é giro trocar experiências.
Sexta-feira temos nova aula: será de cuidados de higiene com o bebé (como a enfermeira não sabe se terá que se ausentar por uns dias, está a tentar dar as aulas que considera mais importantes). O pai também vai. Estamos ansiosos...

terça-feira, 14 de abril de 2009

Consulta

Quinta-feira da próxima semana, dia 23 de Abril, pelas 16 horas, fazemos a eco do terceiro trimestre. Estou ansiosa para ver o tamanho da minha menina! Quero ver se é tão grande como o médico diz e se chega ao tamanhão do Santiago e do João Miguel!!!
Agora que penso nisso, a Ana João é das poucas meninas por nascer neste círculo da blogosfera que eu acompanho. Este ano é de rapazes, está visto. A minha menina vai ter muita sorte... só rapazões!!!

segunda-feira, 13 de abril de 2009

31 SEMANAS

Hoje fazemos 31 semanas. Ao que parece, a AJ continua sentada. A barriga, aparentemente, abrandou o ritmo de crescimento. Os altos do lado direito continuam salientes e os pontapés ainda não incomodam, pelo contrário. ´
A minha menina é linda e, o mais tardar daqui a nove semanas, vamos poder dar-lhe muitas beijocas nas bochechas.
Eu continuo na mesma: feliz, bem disposta, ainda ágil (apesar de alguma dificuldade em me levantar do sofá ou atar as sapatilhas). As caminhadas, que começaram a sério no dia 14 de Março, funcionam mesmo: a balança não tem subido por aí além. Mantemo-nos nos 60 quilos, mais nove do que antes de engravidar.
Portei-me um bocadinho mal com os doces durante este fim-de-semana, mas arranjo sempre uma desculpa para tal: este fim-de-semana foi a Páscoa, daqui a dois será o 25de Abril e a seguir o 1.º de Maio. Tudo serve para justificar a minha gula!!!

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Análises

Já fui buscar as análises que fiz na última sexta-feira. Ainda não tive oportunidade de as ir mostrar ao médico, mas através de uma olhadela por parte de alguém que percebe o que lá está escrito, parece estar tudo bem. Os açúcares (que me preocupavam ligeiramente) estão aparentemente bem. Os níveis de anemia estão talvez algo a baixo, mas nada de preocupante, ao que parece. Segunda-feira à tarde vou mostrá-las ao médico.

Plano de parto

Em todos os livros sobre gravidez,aconselham as grávidas a fazer um plano para o parto. Até entrar neste mundo novo que é a maternidade, nunca tinha pensado em tal coisa. Achom sinceramente, que não vou fazer nenhum, e isto por um motivo muito simples: não tenho uma ideia pré-definida do que quero para essa hora. Sem apenas uma coisa (no meu entender a mais importante): quero que o parto seja o mais adequado ao meu estado e ao estado do bebé, quero o que seja mais confortável e que traga menor sofrimento para as duas.
Há apenas uma coisa que eu gostava que acontecesse e não sei se será possível: que fosse o médico que me acompanha a estar lá nesse dia. Nele deposito toda a confiança e sei que me proporcionaria o que fosse melhor para as duas. Não sendo ele, terei que confiar à mesma, certo?

segunda-feira, 6 de abril de 2009

30 SEMANAS

Ai meu deus que o tempo passa mesmo, mesmo, mesmo a correr. Acreditam que já estou com 30 semanas de gravidez? Ainda no outro dia (mais coisa menos coisa) estava a contar a toda a gente que estava grávida e a rezar para que chegasse às 12 semanas, para passar o período mais complicado.
Se eu estou com 30 semanas, quer dizer que faltam dez (ou menos...). Entretanto, cá estamos cada vez mais grávidas, com uma barrigona linda e com a Ana João sempre a espetar-se do lado direito. Ainda bem não tenho um alto gigante na barriga. Aproveito e faço-lhe muitas festinhas. Será que ela já não tem espaço suficiente na minha barriguinha?

Pequenita, vê se te aguentas aí dentro mais um tempinho. Aí é que tu estás bem. Só te queremos cá fora lá para Junho, para vires o mais forte possível!

domingo, 5 de abril de 2009

PPP - Higienista oral

Como vos disse na sexta-feira tive a minha primeira aula inserida no curso de preparação para o parto. Aprendi os cuidados a ter na higiene oral das grávidas (ainda bem que eu já as sabia antes, porque já vamos com quase sete meses de gravidez) e os cuidados a ter com os dentes das crianças.
O que aprendi:Já não há suplementos de flúor, como acontecia no meu tempo, apenas o existente na pasta de dentes. Quando aparecer o primeiro dentinho, lavar com uma pintinha de pasta de dentes numa compressa. A medida de pasta, à medida que as crianças crescem, será sempre o tamanho da unha do dedo mindinho da criança. A partir dos 6 anos, passará a ser aproximadamente um centímetro de pasta. A pasta de dentes, quando as crianças começam a lavar os dentes sozinhas, deverá estar fora do alcance, tratada como uma medicamento, para evitar que a comam. Flúor a mais também não interessa. Esta parte até foi interessante. É bom saber como lidar com a nossa criança, em todos os aspectos.
Esta semana não há aulas. A enfermeira deve estar de férias da Páscoa. As aulas recomeçam no dia 13, segunda-feira da próxima semana, pelas 9h30.

Análises

Sexta-feira foi dia de novas análises. Lá fui fazer a maravilhosa da glicémia, que por acaso a mim não me custa assim tanto. Terça-feira saem os resultados. Espero que esteja tudo bem.

quinta-feira, 2 de abril de 2009

IMPORTANTE

A tia M. de que falei no post anterior é a tia MARIANA!!! Já soube que causou alguns mal-entendidos. Eu não queria dizer nomes, mas já vi que é melhor.. Caros leitores, há muitas M. na terra!!!

quarta-feira, 1 de abril de 2009

A minha primeira não aula PPP

Hoje, como vos tinha dito, fui ao centro de saúde para o início do curso de preparação para o parto. O encontro estava marcado para as 16 horas, com a enfermeira responsável. Assim foi. Lá estavam nove barrigudas à espera de saber como a coisa se iria processar. Mas o encontro não durou mais de 10 minutos e traduziu-se no seguinte: a constituição do grupo (até ver composto por 9 grávidas) e a definição do horário: irei ter aulas às segundas, quartas e sextas, das 9h30 às 10h30. (Cedo, não?). Esta sexta-feira, excepcionalmente, terei aula às 16 horas com a higienista oral e para a semana (férias da Páscoa talvez) não haverá aulas. Assim sendo, no dia 13 de Abril, pelas 9h30, terei novo encontro com a enfermeira, com roupa normal e sem pai (não precisa de ir porque não iremos fazer nada de especial) para definir o programa das aulas e todos os outros pormenores (ou seja, aquilo que eu achava que iria lá fazer hoje).
Por mim tudo bem. Acho que ainda terei tempo para tudo. Já uma das minhas colegas (que eu já conhecia de outras andanças), que está já de 32 semanas, dizia e com alguma piada: "Por este andar a criança nasce primeiro e quando a médico me disser para eu fazer as respirações, eu digo que não sei, mas tenho uns dentes lindos!!!"

Agenda da Ana João

Ainda a pequena Ana João não nasceu e já tem uma agenda muito preenchida. No dia 20 de Junho tem um casamento (não sei se vamos porque não sei onde e como estaremos nessa altura), no dia 4 de Julho tem outro e no dia 8 de Agosto, outro. Entretanto, tem já quize dias de praia marcados... Já em Setembro, temos que ir à Festa do Avante. Isto se a Joanita, a Susana ou o António (os "tios" emprestados - da parte da mãe - em idade casadoira) não resolverem marcar casamento também para este ano. A moça que descanse agora, porque depois não vai ter grande tempo para parar.

Por falar em enxoval (no post anterior) até já estive a imaginar a toilet que ela irá levar aos casamentos dos "tios"... Vai ser a mais linda das festas!!! (vá... logo a seguir às noivas)...

P.S. Tia M., isso do casamento ser só às 19 horas é muito bom por um lado, mas muito mau por outro. Assim, quase de certeza que não posso levar a minha mini-saia preferida. E eu adoro mini-saias!!
Ass: Ana João

Estou baralhada

O quarto da Ana João está praticamente arranjado. Faltam alguns pormenores, mas nada que seja mesmo necessário resolver antes de nascer. O enxoval não faço ideia. É uma autêntica confusão. Não faço ideia de que vou precisar. Tenho muitos babygrows para uma fase inicial, mas nem sei bem o que tenho para quando crescer. Tenho algumas coisas em minha casa e outras (da primaça) no sótão da avó belinha. Não sei quanto tempo demorará a mudar de número de roupa e estou numa fase em que, quanto mais olho para as gavetas, mais me baralho. Acho que vou esperar para ver como será na prática e depois penso no assunto. Fome não há-de passar e há-de arranjar-se sempre qualquer coisinha para ir vestindo!..