quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Uma Ana João ou duas?


Aqui fica uma imagem actualizada da nossa barriga. Estas somos nós às 24 semanas e dois dias. Há quem diga que estamos muito grandes para o tempo que temos.. É assim, temos femures grandes!!!

Cerejas?


Quando chegam as cerejas? Queremos cerejas...

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

É o ciclo da vida, certo?

Desculpem a falta de imaginação e a pouca disponibilidade para o blogue nestes últimos dias. Por mais vida que se carregue no ventre, uma morte por perto, que afecte alguém de quem gostamos muito, deixa-nos sempre abananadas...

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Enxoval

Ai o enxoval. Ontem trouxe a carrinha cheia de coisas para a Ana João. Roupinha da prima, uma alcofa, um ovo, um marsupio para o pai (eu já tenho um sling para mim), uma almofada de amamentação, roupa de cama e mantinhas. Há ainda tudo o que é necessário para amamentação e muito mais, que eu ainda não tive oportunidade de ver, porque ainda não abri as caixas todas. Outras coisas ficaram, porque já não cabiam no carro e outras coisas ainda estão por vir de outra casa, como a banheira. Uma grande ajuda, sem dúvida...
Tenho agora que deixar passar estes dias, que estão a ser atribulados em termos profissionais, para que possa arrumar o quarto da minha menina. É tão bom...

24 SEMANAS

Cá estamos nós, cada vez mais perto...

"O feto ainda é magro e não possui muito tecido gorduroso. O bebê deve ganhar cerca de 80 gramas esta semana enquanto o corpo começa a se tornar mais rechonchudo. Esse ganho de peso é traduzido por músculos, ossos e crescimento dos órgãos e tecidos. As ondas cerebrais fetais começam a ativar os sistemas auditivo e visual. O peso deve chegar a 660 - 700 gramas no final dessa semana. Ele deve medir cerca de 28-29 cm da cabeça aos pés.

Múltiplos: A semana 24 é considerada o ponto de viabilidade fetal, e isto significa que se eles nascessem agora, haveria uma chance de sobrevivência. No entanto, eles teriam que ficar sob cuidados intensivos durante vários meses".

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Nós, os pontapés, a comida e o enxoval

Andámos muito atarefadas esta semana e com pouco tempo para dedicar ao blogue. Por aqui está tudo óptimo, com muita calma e muitos pontapés à mistura. Hoje o pai voltou a senti-los e já por cima da roupa. Como a pequena está sempre sentada, os pontapés só se fazem sentir lá em baixo... Mas é tão bom à mesma...

Quero aqui fazer uma explicação, porque acho que houve pessoas que entenderam, pelo meu post "Travar a Comida", que a Ana João estava mesmo muito gorda. Não. A Aninhas está ligeiramente acima da linha média, mas bem abaixo da linha máxima. O médico só achou, como eu fui a primeira a dizer que andava a comer muito, que era melhor ter cuidado, pois ainda faltam quatro meses... a continuar a crescer a um ritmo elevado, poderia ser demais. Mas está óptima a princesinha e o médico disse para não nos preocuparmos.

Ainda hoje fomos os três (eu, o pai e a AJ)nadar e soube-nos muito bem. Sinto-me tão leve ma água... é mesmo bom.

Sábado é dia de ir a casa dos primos buscar o enxoval da pequena. Ainda hoje a B. me avisou que tenho muito que trazer...que bom!

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Abono pré-natal

na sexta-feira recemos o primeiro cheque de subsísio pré-natal (em deixei o NIB, mas não sei porquê enviaram por cheque). Referia-se às primeiras duas tranches, dos meses de Janeiro e Fevereiro. Bem bom...

domingo, 15 de fevereiro de 2009

23 SEMANAS

Amanhã, segunda-feira, fazemos 23 semanas.Que maravilha...

"Seu bebê está pesando um pouco mais de meio quilo, com 29 centímetros de comprimento. A audição já funciona e ele consegue ouvir uma versão meio distorcida da sua voz, seus batimentos cardíacos e os barulhos que seu estômago faz. Outros barulhos altos que forem frequentes durante a gravidez, como o latido do cachorro ou o motor do aspirador de pó, não devem incomodar o bebê quando ele os escutar fora do útero.
Vários estudos já deram indicações de que os fetos preferem música clássica no útero, e um dos compositores testados e aprovados foi Vivaldi. Toque As Quatro Estações para o seu bebê e preste atenção nos movimentos que ele faz. Ele fica quietinho nos trechos mais lentos, de adagio, e se agita nos mais movimentados, de allegro? Talvez você tenha um pequeno maestro vindo por aí.

Além dos avanços na audição do bebê, os pulmões estão se desenvolvendo para se preparar para respirar. Ele continua engolindo líquido."
(tirado de http://brasil.babycenter.com/pregnancy/desenvolvimento-fetal/23-semanas/).

Calores

Sempre que entro num supermercado, restaurante, seja o que for, muito fechado e quente, é certo e sabido: começo a ficar com calores, começo a despir-me e fico toda vermelha na cara. Se ficar muito mais tempo começo a ficar a vista turva... O médico diz, a rir-se, que nunca viu uma grávida com afrontamentos... pois aqui estou eu!
Até ver é maior sintoma que tenho. Claro que os meus pés, com estes primeiros raios de sol, já começam a doer e as pernas a ficar cansadas. Mesmo a dormir. Já me custa a levantar de sofás e cadeiras e baixar-me para atar as sapatilhas é mentira... Tem-me servido o maridinho, que é bem lindo!

Criopreservação estaminal

Penso que estamos decididos. Já ouvimos e lemos várias posições e estamos inclinados para um dos lados: a criopreservação. O meu médico, cuja opinião me faltava ouvir, também é dessa opinião. Temos que tratar disso.

Enxoval

O quarto, como disse, está lindo, mas até ver foi a única coisa que fizemos para a pequena. Estamos à espera do enxoval que vem dos primos para ver o que será necessário comprar, ou o que já temos. Só depois começaremos a gastar dinheiro.
Entro nas lojas e apetece-me trazer tudo, mas tenho aguentado. Sábado vou tentar ir a casa dos tios com a minha mãe, para ver se trazemos a carrinha cheia... Estou ansiosa para encher aquelas gavetas e para organizar o enxoval da pequena.

O quarto está a ficar lindo....

O quarto da Ana João está a ficar cada vez mais lindo. Ontem, eu e o pai demos-lhe novos toques. Está cada vez melhor. Tenho a certeza que ela vai adorar!

Nausefe...a saga continua!

Na sexta-feira à noite acabou mais uma caixa de Nausefe. Não comprei mais. Estou desde então sem tomar. Até ver, tudo ok. Muita água fresca e uma peça de fruta de vez em quando para enganar. Vamos ver

Travar a comida

Desculpem a demora nas notícias, mas tenho estado com pouca vontade de vir à net.
Na sexta-feira, como disse, fui ao médico. Antes de mais nada disse-lhe estar preocupada com o meu apetite e pedi-lhe para ele ver se a bebé estava a sofrer com a minha boa boca.
De facto, a AJ tem tamanho acima do tempo dela e também peso. Porquê? Porque sai à família da mãe e tem uns tios grandes e, quanto ao peso, provavelmente pelo que a mãe (entenda-se eu) tem andado a comer. O médico disse para eu não me preocupar, mas aconselhou-me a fazer o que eu já sabia, mas não punha em prática: comer pouco de cada vez, coisas mais saudáveis (evitar pão, enchidos, comer pouco arroz e batatas e dar mais na fruta e nos iogurtes) e tentar não abusar.
A acrescentar a isto tudo, mandou-me pesar: aumentei 3 kg em cinco semanas (eu bem sabia que tinha que me preocupar), apesar de, quem olha para mim não perceber, porque não estou muito mais gorda (só na barriga e no peito).
O médico perguntou-me ainda o que me apetecia comer, ao que eu respondi: "TUDOOOOOOO"!. Disse-me então, para me animar, que era bom sinal e que o meu organismo estava a aceitar bem o meu bebé. Mas relembrou: comer menos e melhor...
Assim será, pelo menos enquanto me lembrar da tristeza que senti ao ver que as minhas atitudes se reflectiam na minha princesa...

Desde então substitui o pão do pequeno almoço e do lanche (e eu que nunca fui muito amante de pão) por muita frutinha, cereais, iogurtes magros e a receita que a Mimi me deu: iogurte, fruta e muesli, tudo numa só tigela... maravilhoso! Tenho tentado não repetir às refeições (o que ultimamente acontecia frequentemente) e os acompanhamentos têm sido substituídos por grelos e couvinhas (os verdes a que não enjoei nos meus tempos sem nausefe).

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Eu não como por duas, como por cinco

Minhas caras colegas grávidas, preciso urgentemente de saber: vocês estão com um apetite como nunca tiveram na vida? Eu acho que estou com um problema: eu só me apetece comer. A questão é que eu não estou nada mais gorda (tirando na barriga e no peito, claro).
Penso que a minha criança é muito esfomeada e eu ando a comer apenas para ela, porque para mim não me parece que venha grande coisa. Espero que a minha pequena não esteja a ganhar peso de mais... não há-de estar, mas tenho que perguntar ao médico.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

22 SEMANAS

Fazemos hoje 22 semanas. O tempo passa rápido de mais e o peso aumenta a cada dia destas semanas... Ai meu Deus, estamos cada vez mais próximos do dia D. Será que estamos preparados, pai????

Consulta adiada

A consulta que estava agendada para hoje, foi adiada para a próxima sexta-feira. O médico não pôde ir. Fica assim para sexta-feira, às 14h30.

Mimos atrás de mimos...



Obrigada Phipas, Pat e Sarita pelos mimos. Recebemos o mesmo miminho de três colegas de viagem. Só pode querer dizer que temos já, nesta blogosfera, muitas amigas .

Mas isto não é só receber mimos...há regras a cumprir. Aqui ficam:

- Exibir a imagem do selo "Olha Que Blog Maneiro"
- Postar o link do blog que nos premiou
- Indicar 10 blogs da nossa preferência
- Avisar os premiados
- Publicar as regras
- Conferir se os blogs indicados passaram o selo e as regras
- Enviar uma fotografia nossa ou de um(a) amigo(a) para olhaquemaneiro@gmail.com , juntamente com os 10 links dos blogs indicados para verificação;
caso os blogs tenham indicado o selo e as regras correctamente dentro de alguns dias você recebera uma caricatura em P&B.
- Só valerá se todas as regras acima forem seguidas.

Mas agora estou com uma dúvida: posso entregar mimos a quem me deu a mim? É que eu recebi de alguns dos blogues que acompanho diariamente. Bem, vou fazê-lo.

Agora, os 10 blogs que mais visito...

http://tixapenicheiro.blogspot.com/
http://irina-aminhagravidez.blogspot.com/
http://mamamaispapa.blogspot.com/
http://anossa1viagem.blogspot.com/
http://acegonhacorderosa.blogspot.com/
http://my_baby.blogs.sapo.pt/
http://aminhafeijoca.blogspot.com/
http://aquihabebe.blogspot.com/
http://mamaphipas.blogspot.com/
http://bebesilvajordao.blogspot.com/

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Fim-de-semana a três




Eu e o pai estivemos fora este fim-de-semana. Fomos gozar a prenda que nos ofereceram os amigos Margarida, Saulo, Patrícia, André, Joana, Idzard, Susana, António, Gentil e Beta no casamento. Fomos dois dias para a serra e o sol foi nosso amigo, ao brilhar muito no dia de ontem.
Infelizmente não pudemos fazer o que mais apetece ali: subir a serra, que estava tão linda. Já não tenho fôlego para tal e se as minhas costas já mal aguentam comigo, quanto mais comigo e com a AJ. Mas deu para descansar, namorar, passear, rir muito, comer ainda mais (o ar da serra abre o apetite,já se sabe), inspirar ar puro e beber um chazinho de ervas da serra maravilhoso. Deu ainda para o pai levar mais uns pontapés da AJ que, em ambiente tranquilo, se fez sentir ainda mais.

Ficam duas fotos minhas e da AJ durante este fim-de-semana: na primeira somos nós à varanda do nosso quarto de charme na Casa dos Matos, em Alvados (passo a publicidade), com a vista que nos acordou no sábado. Na segunda somos nós no topo da serra,na zona da Serra de Santo António (para onde subimos de carro). O pai fica no anonimato!

Obrigada aos amigos que nos proporcionaram estes dias.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Consulta

Segunda-feira, 9, pelas 15h30, temos consulta. Lá iremos, com uma lista de questões para colocar ao D.E.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

A hora

Há uma coisa que me preocupa: saber quando devo ir para a maternidade? Não sei se é normal, mas é algo que me apoquenta. Por isso mesmo, reproduzo aqui um texto que encontrei no site da revista "Pais e Fihos":

Será que está na hora?
Texto: Patrícia Lamúrias
30 Janeiro 2009

Ainda está por descobrir o que desencadeia o trabalho do parto, a razão por que um bebé decide deixar a barriga da mãe naquele momento e não noutro. Sabe-se que várias substâncias estão envolvidas no processo (estrogéneos, progesterona, ocitocina, prostaglandinas), mas o modo como se conjugam para actuar é um mistério.
As prostaglandinas têm especial interferência no nascimento do bebé, pois fazem o útero contrair-se. De tal forma que alguns médicos usam-nas na forma sintética para induzir o parto. Estas substâncias são produzidas pelo organismo, mas a sua presença é até mil vezes mais concentrada no esperma. É por isso que ter relações sexuais nos tempos finais da gravidez pode adiantar a hora do parto. Mas esta velha técnica para acelerar o nascimento só funciona se outros factores também estiverem reunidos. Quais? Não se sabe ao certo.

Conclusão: é impossível determinar se o bebé está prestes a conhecer este mundo ou se ainda há tempo para fazer mais um casaquinho. Através do toque (um procedimento, supostamente indolor, que consiste na introdução de dois dedos na vagina para sentir o colo do útero), o médico poderá perceber se já há alguma dilatação, mas não consegue determinar quantos dias faltam para o grande momento.

TRABALHO DE PARTO EM CASA

Por muita ansiedade que todo este suspense possa provocar, é importante manter a calma quando achar que chegou a hora. O ideal seria passar a maior parte do trabalho de parto em casa, de preferência acompanhada. O marido é imprescindível, mas a presença de uma mulher com experiência pode dar uma confiança extra. Se estiver a ser acompanhada por uma doula terá esse apoio certamente. Caso contrário, a mãe ou uma amiga que já tenha passado pelo mesmo pode ajudá-la a viver este momento com tranquilidade a possível, pelo menos.
Em casa, poderá estar mais à vontade, na posição que quiser, com a sua roupa, num ambiente escolhido por si (pouca luz e música que lhe agrade, por exemplo). Quanto mais cedo for para o hospital, mais cedo perderá tudo isso. Muitas vezes, quando se chega à maternidade com pouca dilatação, o trabalho de parto pode até abrandar devido às mil exigências médicas que distraem o corpo e a mente da mulher do essencial.
No entanto, se se sentir muito ansiosa ou insegura não vale a pena insistir: a maternidade é o caminho. Na dúvida, telefone ao seu médico. Se estiver a falar ao telefone com um especialista enquanto tem uma contracção, de certeza que ele lhe saberá dizer em que fase do trabalho de parto está.
Prepare-se para ir para a maternidade nos próximos dias se:
Sentir o instinto do ninho: uns dias antes do parto, muitas mulheres sentem uma energia fora do normal para arrumar a casa. É uma reacção instintiva da mãe que quer preparar o «ninho» para a chegada do filho.
Perder peso: em geral, o aumento do peso abranda no último mês de gravidez. Quando o parto está próximo, há mulheres que perdem até um quilo.
As contracções de Braxton Hicks se intensificarem: estas contracções podem ocorrer a partir das 20 semanas de gravidez. São uma espécie de aperto no útero, que faz a barriga ficar dura, e servem para preparar o corpo para as verdadeiras contracções.
Perder o rolhão mucoso: esta funciona como uma tampa que sela o útero. Quando o útero começa a dilatar-se, a «tampa» solta-se. Isto tanto pode acontecer uma ou duas semanas antes do parto, como durante o próprio parto.
Tiver diarreia: algumas grávidas têm diarreia pouco antes de iniciarem o trabalho de parto. É uma forma de o organismo se ‘limpar’ para o parto.
A Lua Cheia estiver próxima: não há provas científicas, mas há provas empíricas de que nascem mais bebés em noite de Lua Cheia. Muitas enfermeiras-parteiras assim o comprovam. E se a Lua tem influência nas marés e na agricultura, também é lógico que tenha nas hormonas femininas.
Prepare-se para ir para a maternidade nas próximas horas se:
A bolsa de águas se romper: depois de rebentarem as águas, o trabalho de parto pode demorar 24 ou 48 horas, outras vezes pode demorar menos. O melhor é ficar em contacto com o seu médico. Mas não fique à espera que a bolsa rompa, pois só em 15 por cento dos casos o rompimento acontece antes do início de trabalho de parto.
Sentir contracções fortes e regulares: contracções regulares, mais prolongadas e mais dolorosas indicam que o parto está próximo. Quando as contracções atingirem a frequência regular de cinco em cinco minutos é o sinal «oficial» de que deve ir para o hospital (se for o primeiro filho, para os restantes é de 10 em 10).

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Quarto



Aqui ficam algumas imagens do quarto da Ana João. Ainda não está pronto, mas quase. Aquela que era a divisão mais feia da casa é, agora, a mais bonita! Até já pusemos um boneca da nossa sobrinha na cama, para nos irmos habituando à ideia.

O pai e os pontapés

O pai sentiu ontem, pela primeira vez, os pontapés da Ana João. Eu já os sinto há mais tempo,mas sempre que o pai tentava sentir, ela parava. Ontem eu estava deitada para cima do pai no sofá e senti dois pontapés super fofinhos. Deixei-me estar naquela posição e o pai pôs a mão na minha barriga. Sempre muito céptico, não acreditava que fosse sentir alguma coisa. Pediu-me para não lhe dizer quando fosse o pontapé. Nem foi preciso dizer, ele sentiu-os (três) e olhou para mim sem conseguir dizer grande coisa...

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

21 SEMANAS

Entramos hoje nas 21 semanas... parece que foi ontem que fiz o teste que deu positivo. Passa mesmo num instante!

"Semana 21: O seu corpo substitui o liquido amniótico a cada três horas. Os movimentos dos braços e pernas do bebé aumentam à medida que os músculos e ossos ficam mais fortes. No fim da semana, é possível ouvir o bater do coração do bebé com um estetoscópio".