quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Dulce

Ontem, quando entrei no consultório do médico, estava uma rapariga muito nervosa, a respirar muito seguidamente e a andar de um lado para o outro. O médico estava a ligar para o hospital a avisar que ela ia a caminho, pois estava a entrar em trabalho parto. Eu dei umas palavras de incentivo à rapariga, pois ela estava muito nervosa. O médico despediu-se dela e deu-lhe um abraço. Ela começou a chorar e a dizer "tenho medo". Até me vieram as lágrimas aos olhos (eu sei que não é preciso muito). Adorava saber como estão eles, a mãe e a criança.
Imaginei, pela primeira vez a sério, a minha vez. Não consigo prever a minha reacção. Mas nem vale a pena pensar nisso. O que tem que ser, será...

2 comentários:

Pat disse...

Sim...não vale a pena sofrer por antecipação!!! Só traz ansiedade!
Quanto às novidades sobre a rapariga, perguntas ao médico depois, não?

susie disse...

Bem vinda ao clube das choronas.
Imagino a tua reacção ao veres a rapariga aflita.
QWuando fores ao médico pergunta-lhe por eles.
Beijocas

http://susel.blogs.sapo.pt