quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

GRANDE ANO DE 2009

Hoje fecha um ano importante na minha vida. Engravidei e casei. Há um ano atrás não imaginava que 2008 fosse revolucionar por completo a minha vida. Um ano em cheio. 2009 será certamente um ano ainda melhor. Vou conhecer a minha menina e o verdadeiro significado da palavra mãe. Cá te esperamos minha linda. E hoje, às 0 horas, o primeiro desejo será, certamente, para ti! Bom ano para todos nós...

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Quarto, aí vamos nós

Está decidido, em Janeiro vamos avançar para o quarto da Ana João (ai se o médico se enganou!!!). Ontem passei a tarde na Internet a ver as melhores opções para decorar o quarto da pequena, de forma a dar até aos 12 anos (uma pessoa tem que ser poupada). À noite, já com o pai, peguei na fita métrica, num bloco e numa caneta e começámos a fazer croquis e medições. A cama que existe naquele quarto já foi arrastada uma série de vezes, sempre em busca do melhor local.
Está mesmo decidido. Janeiro será o mês de início do quarto. Até porque eu adoro montar móveis e quero ter mobilidade para participar na construção do quarto da minha menina!

Barriga

Até há pouco tempo eu andava na rua e ninguém imaginava (a menos que soubesse) que eu estou grávida. Desde as últimas duas semanas, com o enorme salto da minha (antigamente) pequena barriga, que as pessoas olham para mim de lado e percebem que tenho uma criança a nascer dentro de mim.
No sábado à noite foi quando reparei nisso pela primeira vez. Fomos a Riachos, à terra do pai, e reparei nuns olhares de espanto para a minha barriga. É normal, ainda há pouco ali me passeava tão magrinha...
E sabem que mais? Gosto desta sensação. Tenho um orgulho muito grande na minha barriguinha!! É linda!

Choque eléctrico

Hoje de manhã, enquanto o pai nos tentava levantar da cama (o que é cada vez mais difícil, porque andamos muito preguiçosas) senti qualquer coisa tipo um choque eléctrico dentro da minha barriga. Não sei se choque eléctrico será a melhor forma de descrever a coisa que senti, mas não consigo fazê-lo de outras forma. Claro que, como mãe inexperiente, pensei: "será a minha menina a mexer-se?".
Não era pois não? Sou só eu a sonhar, certo?

domingo, 28 de dezembro de 2008

16 SEMANAS



Amanhã, segunda-feira, dia 29, completamos 16 semanas. Aqui mais um vídeo lindo!

Consulta

Segunda-feira, dia 5 de Janeiro temos consulta no obstetra. Estou ansiosa... é difícil estar um mês sem notícias da nossa menina!

Natal




Cá estou de eu de regresso depois de quase uma semana à volta da mesa. O Natal correu bem e deu para matar saudades dos sobrinhos. A barriga, essa, é que está diferente. Nos últimos dias resolveu crescer fortemente. Está linda e já pareço grávida. Admito até que na quarta-feira passei, pela primeira vez, numa fila prioritária num hipermercado. Foi espectacular... hi, hi, hi!
O Pai Natal foi simpático em prendas para a Ana João. Recebemos muitas roupinhas e meias. Os pais têm que se despachar a comprar uma cómoda para guardar a roupa, se não, enche-se pó. A mãe (ou seja, eu) também recebeu duas peças de roupa para grávida. Já não era sem tempo, pois já começava a não caber dentro das calças. Juro colocar fotografias das coisinhas da nossa menina em breve.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Boas festas

Aqui estou eu para desejar umas boas festas a todas as minhas amigas/os e seguidores deste blogue. Não sei quando terei tempo para voltar a escrever. Hoje trabalho à noite e amanhã arrancam as festividades desta quadra, já que a minha avó faz anos no dia 23. Quarta e quinta andarei muito ocupada a comer doces, por isso não sei quando voltarei.
Será o meu primeiro Natal barriguda. Que lindo... se calhar não me livro de ser eu o Pai Natal.

Espero que tenham um bom Natal e, se eu não voltar antes do ano novo, não se esqueçam de comer uma passa a pedir que tudo corra bem com os nossos pequenos fetos. Eu vou, certamente, pedir pela minha menina (tenho cá um feeling que ainda se vai tornar num menino).

Beijinhos e boas festas para todas/os

15 SEMANAS

É tão princesa. Vejam:

"Semana 15: O pescoço do bebé está agora definido, e cabeça está agora apoiada no pescoço e não nos ombros. O seu bebé pode agora virar a cabeça, abrir a boca, dar pontapés, juntar os lábios e virar os pés".

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

O NOME

Já disse aqui que considerava muito difícil a escolha de um nome para uma criança. Tinha algumas ideias, mas nenhuma delas me satisfazia por completo. Nenhum desses eventuais nomes descreviam na perfeição a criança que vai crescendo em mim. Quando não havia ainda nenhum indício que apontasse para menino ou menina, a escolha era difícil: Mariana, Matilde, Miguel, João? Nenhum desses parecia ser o adequado.
No primeiro dia em que o médico apontou para uma menina (recorde-se que já por duas vezes disse ser essa a sua convicção), que foi simultaneamente o mesmo dia em que a vimos pela primeira vez (activa, cheia de personalidade a nossa menina), de imediato percebemos que não podia ser nem Mariana, nem Matilde. Nenhum desses nomes condiz com ela. Foi também nesse dia que surgiu o nome que viria a ser (pelo menos até ao momento) a escolha definitiva (acho mesmo que não há volta a dar. Só se for um menino). Só agora o começámos a divulgar. Não agrada a todos, mas os pais adoram e, posso dizer, é um nome diferente. É a cara dela.

Ana João é o nome da nossa menina.

Só conheci uma Ana João na minha vida e desde logo adorei o seu nome. Se a minha meninafor como ela, dou-me por contente. É um mulherão, linda, inteligente, simpática, para a frente, uma mulher de sucesso. Tudo aquilo que eu desejo para a minha filha!

Ana João... é ela, linda como só ela!

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

PARABÉNS PAI

Hoje o pai (entenda-se o pai da criança e não o meu) faz 29 aninhos. Está crescido o rapazote. Faz também hoje um ano que adoptámos a Zezita. Que dia em grande que vamos ter.
A nossa pequena já deu uma prenda ao pai: umas raquetes, rede e bolas de ping pong... Desde que no início do mês fomos à colectividade de Rodrigos, concelho de Torres Novas (onde vivemos) para o pai entrar num torneio da modalidade, que nunca mais quisemos outra coisa. E a verdade é que depois de dar a prenda ao pai (à meia-noite), passámos a noite a jogar ping pong na mesa da cozinha (vá, não foi a noite, foi só um bocadinho). Eu perdi os jogos todos, mas a pequena criança adorou certamente andar aos saltos na barrida da mãe.
Hoje há jantarada e muita família. Parabéns pai e aproveita bem o dia, pois será o último antes do maior passo que já deste na tua vida.
Mesmo com esse feitiozinho da *"#$&, nós te amamos muito..

domingo, 14 de dezembro de 2008

14 SEMANAS



Cá estamos nós a comemorar (amanhã) 14 semanas. Só encontrei um vídeo sobre o período entre as 12 e as 16 semanas. Aqui fica, de qualquer forma.

Nausefe volta, estás perdoado

Pois é, não aguentei mais. Ontem de manhã fui a correr à farmácia comprar Nausefe. Não conseguia comer, nem fazer mais nada e regressei aos agradáveis vómitos. Agora sim, estou melhor.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Nausefe

O Nausefe acabou na terça-feira. Decidi, armada em esperta, experimentar não o tomar. Não estou tão mal como ao início, mas também vos digo, já tive dias melhores. Uma mãe sofre...

Burocracia, done

Burocracia resolvida, pelo menos por agora. Já "estou" isenta e grávida para o mundo e já pedi o subsídio pré-natal. Agora é esperar que o comecem a depositar, para podermos começar a comprar o enxoval da criança (tenho um certo pressentimento de que se estivesse à espera disso para comprar as coisas aqui do inclino, bem oodia a criança nascer sem nada).

Agora só me falta resolver o "problema" do DVD e tudo fica ok.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Linda

Não sei se vos disse que das duas vezes que tivemos com a nossa pequena, ela estava sempre com a bexiga e o estômago cheios. Eu alimento-a muito bem. É tão linda, não é?

Questão às grávidas mais experientes

Conseguem ver as ecografias gravadas em DVD em algum lado? Nós não. Nota-se que o DVD tem alguma coisa gravada, mas não aparece nada. Que tristeza. O que vale é que a tenho bem na memória. E linda que é...

Burocracia

Amanhã bem cedo vou para o centro de saúde, para ver se regularizo a situação, fico "grávida" no cartão de utente e isenta. De tarde vou para a segurança social, tratar do abono pré-natal. Vai ser um dia em cheio, passado nas repartições públicas.

Dulce

Ontem, quando entrei no consultório do médico, estava uma rapariga muito nervosa, a respirar muito seguidamente e a andar de um lado para o outro. O médico estava a ligar para o hospital a avisar que ela ia a caminho, pois estava a entrar em trabalho parto. Eu dei umas palavras de incentivo à rapariga, pois ela estava muito nervosa. O médico despediu-se dela e deu-lhe um abraço. Ela começou a chorar e a dizer "tenho medo". Até me vieram as lágrimas aos olhos (eu sei que não é preciso muito). Adorava saber como estão eles, a mãe e a criança.
Imaginei, pela primeira vez a sério, a minha vez. Não consigo prever a minha reacção. Mas nem vale a pena pensar nisso. O que tem que ser, será...

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Linda, linda, linda

Aqui estou eu de regresso de mais uma ecografia, desta vez para gravar a acção da pequena(sim, o médico tem cada vez mais certeza que seja uma menina). Lá estava ela, linda de morrer, mexida como sempre e com um coração muito acelerado. Linda, linda, linda. Como é possível gostar tanto assim de alguém que ainda nem existe de facto. Está tudo óptimo e agora, se tudo correr bem, só lá para Janeiro a voltaremos a ver. Entretanto vou-lhe fazendo umas festinhas, falando com ela e dando-lhe música boa para ouvir. É tão linda... haviam de ver!

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Quarto

Este fim-de-semana foi de muito trabalho. Eu e o pai, inspirados com a maravilhosa eco de sexta-feira, pusemos mãos à obra e começámos a trabalhar no futuro quarto da criança. Cedo? Talvez sim, mas eram coisas que precisavam ser feitas enquanto ainda tenho mobilidade. Claro que não nos pusemos a comprar nada ainda, mas adiantámos o que já se pode ir fazendo. Explicitando: no sábado o pai andou o dia todo por fora em reportagem (jogos de futebol de todos os escalões e equipas, natação, etc...). Enfiei-me no quarto da pequena que, até à data, tinha um armário super cheio e desarrumado com as nossas coisas e tinha o "estúdio" de guitarra do pai. O armário, no sábado ficou um máximo (nunca pensei conseguir) e arranjei um cantinho muito fofo para a/o pequena/o. Ontem, a pedalada passou para o pai que mudou o "estúdio" para a sala. O quarto está a ficar mais vazio e a vontade é ir a correr comprar coisas de bebé para o encher e embonecar, mas isso fica para mais tarde.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

13 SEMANAS

Olá, cá estamos nós tão crescidas com 13 semanitas. Só faltam 27...ena, ena! Não encontrei nenhum vídeo sobre as 13 semanas e como estou um bocadito cansada (foi um fim-de-semana de muita agitação), não me apetece estar mais tempo a navegar. Por isso mesmo lembro-vos só que algo se passa connosco por estes dias.
"Ora leiam: Semana 13: As cordas vocais formam-se na laringe. Os intestinos vão mover-se do cordão umbilical para dentro do abdómen".

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Menino ou menina?

Pronto, eu não resisto. Queria ver se vos deixava curiosos/as sobre o sexo do bebé, mas ninguém pergunta (eu sei que ainda não dei tempo a ninguém). O médico acha (sem certezas) que deve ser uma menina. Atenção, preparem-se, porque vem lá mais uma COUSIN!!! COUSIN POWER 4EVER!!!

Felicidade!!!

Olá, olá, aqui estou eu muito mais feliz. Já fui à consulta e foi um espectáculo. Está tudo bem com a placenta, por isso não tenho que me preocupar. Quanto ao bebé... ai o bebé!!!!!! Está óptimo, lindo, com os membros todos no sítio e a desenvolver bem, com uns lábios perfeitinhos, com um diafragma maravilhoso, os sistemas urinário e digestivo a funcionar plenamente, com o cérebro todo bem desenvolvido e sem sinais de trissomia 18 (incompatível com a vida) ou 21. O exame morfológico não foi fácil de fazer porque, como disse o médico, "o cachopo não pára quieto".
E tão lindo, vi-o a coçar a cabecinha com as duas mãos... é tão lindo!!! Ou deverei dizer linda... não sei bem, embora o médico já tenha uma desconfiança!
Quarta-feira vou ter com o médico ao consultório do Entroncamento para ele experimentar o novo equipamento que tem, para gravar em CD a ecografia e para ver o cordão umbilical a cores. Lá estaremos!!!

Consulta 12 semanas

Daqui a 35 minutos tenho consulta. Mal posso esperar. Espero (tem mesmo que ser) que o médico me diga que está tudo bem. Assim que souber alguma coisa venho a correr dar-vos notícias. Tem que estar tudo bem, tem que estar tudo bem, tem que estar tudo bem, etc, etc, etc...

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Seguidores

Eu sei que os há, por isso só têm que carregar no botãozinho à direita para serem oficalmente meus seguidores. Meus seguidores que é como quem diz acompanhantes desta minha linda jornada, que ainda agora vai no início. Vão querer perder o resto da aventura? Claro que não, por isso formalizem a vossa "adesão" à Nossa Barriga.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Menino, dizem eles

A três dias do fim do inquérito resolvi acabar com ele. Estava farta deste inquérito inútil que em nada vai influenciar o género da criança e que não dá nada a quem acertar. Posso no entanto dizer-vos que dos 14 votos que teve o inquérito, oito foram para menino, cinco para menina e um para casalinho.
Obrigada a todos os que votaram!

12 SEMANAS

Cagaço (que não tem outro nome)

A noite de sábado foi das piores e das melhores da minha vida. Passo a explicar. Depois de um dia tranquilo com cheiro a Natal, em que quase não saí de casa a fazer bolos com os sobrinhos e a preparar o jantar com a mãe e família apanhei um grande susto. Eram 20h10 e a família do meu marido(:>) tinha acabado de chegar a casa da minha mãe, onde íamos jantar. Estávamos a experimentar o pão acabado de fazer na máquina recebida como prenda de casamento. Tinha tudo para ser uma noite agradável. Eu tinha acabado de ir à casa-de-banho e estava tudo ok, chego à sala e sinto algo estranho. Voltei à casa-de-banho, estava a sangrar. Não tinha dores. Gritei pela minha mãe, apareceu a minha cunhada. Deitou-me na cama enquanto me acalmava ao mesmo tempo que me preparava para tudo. Liguei ao meu obstetra, mandou-me às urgência do hospital de Abrantes (onde está a especialidade de obstetrícia no Centro Hospitalar do Médio Tejo). Num minuto eu,o pai e o meu irmão mais velho nos metemos no carro. Todos em pânico, todos sem o mostrar. Fui a viagem toda a pensar "Tem que estar tudo bem". Cheguei à urgência, não estava ninguém no guichet, falei com o segurança da porta, expliquei-lhe o que se passava. Mandou-me para o guichet, mas ainda bem que o fiz. Como tenho sido acompanhada pelo particular, ainda não fui ao centro de saúde e no cartão de utente nada diz que estou grávida. Valeu-me o segurança que, sabendo a história,me veio buscar e me passou à frente de toda a gente na triagem. Ainda não eram 21 horas.
Fui directamente para a obstetricia e rapidamente atendida. Já não sangrava e a ecografia sossegou-me: "Está tudo bem" disse o médico. Foi o descomprimir daquela última hora, chorei. Vi o coração do meu bebé (tão grande já) a bater e o médico disse que estava tudo bem com a placenta.
Quando saí liguei ao meu médico (que também é médico daquele hospital, mas não estava de serviço). Disse-me para ir ter com ele na sexta-feira. Eu já ia de qualquer forma. Tenho a consulta das 12 semanas marcadas para esse dia.
Não sei descrever o que senti naquela hora em que tudo esteve em causa. Ainda hoje não estou bem. Percebi que de um momento para o outro todo este sonho pode acabar. Mal posso esperar por sexta-feira. Preciso de ver o meu médico, preciso que ele me sossegue.

Casei-me

Depois de tantos dias sem escrever, vamos lá por partes. Na sexta-feira, como havia anunciado, casei-me. A cerimónia foi muito simples e engraçada, tal como eu queria e, até ver não nos arrependemos (brincadeirinha). Desde então e até hoje tivemos dois jantares familiares (um com o pai, outro com a mãe) e um almoço com a família toda do pai (meu marido, portanto). Correu tudo muito bem, mas felizmente acabou. Agora quero descansar, porque tenho sono, e devolver a tranquilidade ao meu pequeno feto...