quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

GRANDE ANO DE 2009

Hoje fecha um ano importante na minha vida. Engravidei e casei. Há um ano atrás não imaginava que 2008 fosse revolucionar por completo a minha vida. Um ano em cheio. 2009 será certamente um ano ainda melhor. Vou conhecer a minha menina e o verdadeiro significado da palavra mãe. Cá te esperamos minha linda. E hoje, às 0 horas, o primeiro desejo será, certamente, para ti! Bom ano para todos nós...

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Quarto, aí vamos nós

Está decidido, em Janeiro vamos avançar para o quarto da Ana João (ai se o médico se enganou!!!). Ontem passei a tarde na Internet a ver as melhores opções para decorar o quarto da pequena, de forma a dar até aos 12 anos (uma pessoa tem que ser poupada). À noite, já com o pai, peguei na fita métrica, num bloco e numa caneta e começámos a fazer croquis e medições. A cama que existe naquele quarto já foi arrastada uma série de vezes, sempre em busca do melhor local.
Está mesmo decidido. Janeiro será o mês de início do quarto. Até porque eu adoro montar móveis e quero ter mobilidade para participar na construção do quarto da minha menina!

Barriga

Até há pouco tempo eu andava na rua e ninguém imaginava (a menos que soubesse) que eu estou grávida. Desde as últimas duas semanas, com o enorme salto da minha (antigamente) pequena barriga, que as pessoas olham para mim de lado e percebem que tenho uma criança a nascer dentro de mim.
No sábado à noite foi quando reparei nisso pela primeira vez. Fomos a Riachos, à terra do pai, e reparei nuns olhares de espanto para a minha barriga. É normal, ainda há pouco ali me passeava tão magrinha...
E sabem que mais? Gosto desta sensação. Tenho um orgulho muito grande na minha barriguinha!! É linda!

Choque eléctrico

Hoje de manhã, enquanto o pai nos tentava levantar da cama (o que é cada vez mais difícil, porque andamos muito preguiçosas) senti qualquer coisa tipo um choque eléctrico dentro da minha barriga. Não sei se choque eléctrico será a melhor forma de descrever a coisa que senti, mas não consigo fazê-lo de outras forma. Claro que, como mãe inexperiente, pensei: "será a minha menina a mexer-se?".
Não era pois não? Sou só eu a sonhar, certo?

domingo, 28 de dezembro de 2008

16 SEMANAS



Amanhã, segunda-feira, dia 29, completamos 16 semanas. Aqui mais um vídeo lindo!

Consulta

Segunda-feira, dia 5 de Janeiro temos consulta no obstetra. Estou ansiosa... é difícil estar um mês sem notícias da nossa menina!

Natal




Cá estou de eu de regresso depois de quase uma semana à volta da mesa. O Natal correu bem e deu para matar saudades dos sobrinhos. A barriga, essa, é que está diferente. Nos últimos dias resolveu crescer fortemente. Está linda e já pareço grávida. Admito até que na quarta-feira passei, pela primeira vez, numa fila prioritária num hipermercado. Foi espectacular... hi, hi, hi!
O Pai Natal foi simpático em prendas para a Ana João. Recebemos muitas roupinhas e meias. Os pais têm que se despachar a comprar uma cómoda para guardar a roupa, se não, enche-se pó. A mãe (ou seja, eu) também recebeu duas peças de roupa para grávida. Já não era sem tempo, pois já começava a não caber dentro das calças. Juro colocar fotografias das coisinhas da nossa menina em breve.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Boas festas

Aqui estou eu para desejar umas boas festas a todas as minhas amigas/os e seguidores deste blogue. Não sei quando terei tempo para voltar a escrever. Hoje trabalho à noite e amanhã arrancam as festividades desta quadra, já que a minha avó faz anos no dia 23. Quarta e quinta andarei muito ocupada a comer doces, por isso não sei quando voltarei.
Será o meu primeiro Natal barriguda. Que lindo... se calhar não me livro de ser eu o Pai Natal.

Espero que tenham um bom Natal e, se eu não voltar antes do ano novo, não se esqueçam de comer uma passa a pedir que tudo corra bem com os nossos pequenos fetos. Eu vou, certamente, pedir pela minha menina (tenho cá um feeling que ainda se vai tornar num menino).

Beijinhos e boas festas para todas/os

15 SEMANAS

É tão princesa. Vejam:

"Semana 15: O pescoço do bebé está agora definido, e cabeça está agora apoiada no pescoço e não nos ombros. O seu bebé pode agora virar a cabeça, abrir a boca, dar pontapés, juntar os lábios e virar os pés".

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

O NOME

Já disse aqui que considerava muito difícil a escolha de um nome para uma criança. Tinha algumas ideias, mas nenhuma delas me satisfazia por completo. Nenhum desses eventuais nomes descreviam na perfeição a criança que vai crescendo em mim. Quando não havia ainda nenhum indício que apontasse para menino ou menina, a escolha era difícil: Mariana, Matilde, Miguel, João? Nenhum desses parecia ser o adequado.
No primeiro dia em que o médico apontou para uma menina (recorde-se que já por duas vezes disse ser essa a sua convicção), que foi simultaneamente o mesmo dia em que a vimos pela primeira vez (activa, cheia de personalidade a nossa menina), de imediato percebemos que não podia ser nem Mariana, nem Matilde. Nenhum desses nomes condiz com ela. Foi também nesse dia que surgiu o nome que viria a ser (pelo menos até ao momento) a escolha definitiva (acho mesmo que não há volta a dar. Só se for um menino). Só agora o começámos a divulgar. Não agrada a todos, mas os pais adoram e, posso dizer, é um nome diferente. É a cara dela.

Ana João é o nome da nossa menina.

Só conheci uma Ana João na minha vida e desde logo adorei o seu nome. Se a minha meninafor como ela, dou-me por contente. É um mulherão, linda, inteligente, simpática, para a frente, uma mulher de sucesso. Tudo aquilo que eu desejo para a minha filha!

Ana João... é ela, linda como só ela!

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

PARABÉNS PAI

Hoje o pai (entenda-se o pai da criança e não o meu) faz 29 aninhos. Está crescido o rapazote. Faz também hoje um ano que adoptámos a Zezita. Que dia em grande que vamos ter.
A nossa pequena já deu uma prenda ao pai: umas raquetes, rede e bolas de ping pong... Desde que no início do mês fomos à colectividade de Rodrigos, concelho de Torres Novas (onde vivemos) para o pai entrar num torneio da modalidade, que nunca mais quisemos outra coisa. E a verdade é que depois de dar a prenda ao pai (à meia-noite), passámos a noite a jogar ping pong na mesa da cozinha (vá, não foi a noite, foi só um bocadinho). Eu perdi os jogos todos, mas a pequena criança adorou certamente andar aos saltos na barrida da mãe.
Hoje há jantarada e muita família. Parabéns pai e aproveita bem o dia, pois será o último antes do maior passo que já deste na tua vida.
Mesmo com esse feitiozinho da *"#$&, nós te amamos muito..

domingo, 14 de dezembro de 2008

14 SEMANAS



Cá estamos nós a comemorar (amanhã) 14 semanas. Só encontrei um vídeo sobre o período entre as 12 e as 16 semanas. Aqui fica, de qualquer forma.

Nausefe volta, estás perdoado

Pois é, não aguentei mais. Ontem de manhã fui a correr à farmácia comprar Nausefe. Não conseguia comer, nem fazer mais nada e regressei aos agradáveis vómitos. Agora sim, estou melhor.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Nausefe

O Nausefe acabou na terça-feira. Decidi, armada em esperta, experimentar não o tomar. Não estou tão mal como ao início, mas também vos digo, já tive dias melhores. Uma mãe sofre...

Burocracia, done

Burocracia resolvida, pelo menos por agora. Já "estou" isenta e grávida para o mundo e já pedi o subsídio pré-natal. Agora é esperar que o comecem a depositar, para podermos começar a comprar o enxoval da criança (tenho um certo pressentimento de que se estivesse à espera disso para comprar as coisas aqui do inclino, bem oodia a criança nascer sem nada).

Agora só me falta resolver o "problema" do DVD e tudo fica ok.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Linda

Não sei se vos disse que das duas vezes que tivemos com a nossa pequena, ela estava sempre com a bexiga e o estômago cheios. Eu alimento-a muito bem. É tão linda, não é?

Questão às grávidas mais experientes

Conseguem ver as ecografias gravadas em DVD em algum lado? Nós não. Nota-se que o DVD tem alguma coisa gravada, mas não aparece nada. Que tristeza. O que vale é que a tenho bem na memória. E linda que é...

Burocracia

Amanhã bem cedo vou para o centro de saúde, para ver se regularizo a situação, fico "grávida" no cartão de utente e isenta. De tarde vou para a segurança social, tratar do abono pré-natal. Vai ser um dia em cheio, passado nas repartições públicas.

Dulce

Ontem, quando entrei no consultório do médico, estava uma rapariga muito nervosa, a respirar muito seguidamente e a andar de um lado para o outro. O médico estava a ligar para o hospital a avisar que ela ia a caminho, pois estava a entrar em trabalho parto. Eu dei umas palavras de incentivo à rapariga, pois ela estava muito nervosa. O médico despediu-se dela e deu-lhe um abraço. Ela começou a chorar e a dizer "tenho medo". Até me vieram as lágrimas aos olhos (eu sei que não é preciso muito). Adorava saber como estão eles, a mãe e a criança.
Imaginei, pela primeira vez a sério, a minha vez. Não consigo prever a minha reacção. Mas nem vale a pena pensar nisso. O que tem que ser, será...

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Linda, linda, linda

Aqui estou eu de regresso de mais uma ecografia, desta vez para gravar a acção da pequena(sim, o médico tem cada vez mais certeza que seja uma menina). Lá estava ela, linda de morrer, mexida como sempre e com um coração muito acelerado. Linda, linda, linda. Como é possível gostar tanto assim de alguém que ainda nem existe de facto. Está tudo óptimo e agora, se tudo correr bem, só lá para Janeiro a voltaremos a ver. Entretanto vou-lhe fazendo umas festinhas, falando com ela e dando-lhe música boa para ouvir. É tão linda... haviam de ver!

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Quarto

Este fim-de-semana foi de muito trabalho. Eu e o pai, inspirados com a maravilhosa eco de sexta-feira, pusemos mãos à obra e começámos a trabalhar no futuro quarto da criança. Cedo? Talvez sim, mas eram coisas que precisavam ser feitas enquanto ainda tenho mobilidade. Claro que não nos pusemos a comprar nada ainda, mas adiantámos o que já se pode ir fazendo. Explicitando: no sábado o pai andou o dia todo por fora em reportagem (jogos de futebol de todos os escalões e equipas, natação, etc...). Enfiei-me no quarto da pequena que, até à data, tinha um armário super cheio e desarrumado com as nossas coisas e tinha o "estúdio" de guitarra do pai. O armário, no sábado ficou um máximo (nunca pensei conseguir) e arranjei um cantinho muito fofo para a/o pequena/o. Ontem, a pedalada passou para o pai que mudou o "estúdio" para a sala. O quarto está a ficar mais vazio e a vontade é ir a correr comprar coisas de bebé para o encher e embonecar, mas isso fica para mais tarde.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

13 SEMANAS

Olá, cá estamos nós tão crescidas com 13 semanitas. Só faltam 27...ena, ena! Não encontrei nenhum vídeo sobre as 13 semanas e como estou um bocadito cansada (foi um fim-de-semana de muita agitação), não me apetece estar mais tempo a navegar. Por isso mesmo lembro-vos só que algo se passa connosco por estes dias.
"Ora leiam: Semana 13: As cordas vocais formam-se na laringe. Os intestinos vão mover-se do cordão umbilical para dentro do abdómen".

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Menino ou menina?

Pronto, eu não resisto. Queria ver se vos deixava curiosos/as sobre o sexo do bebé, mas ninguém pergunta (eu sei que ainda não dei tempo a ninguém). O médico acha (sem certezas) que deve ser uma menina. Atenção, preparem-se, porque vem lá mais uma COUSIN!!! COUSIN POWER 4EVER!!!

Felicidade!!!

Olá, olá, aqui estou eu muito mais feliz. Já fui à consulta e foi um espectáculo. Está tudo bem com a placenta, por isso não tenho que me preocupar. Quanto ao bebé... ai o bebé!!!!!! Está óptimo, lindo, com os membros todos no sítio e a desenvolver bem, com uns lábios perfeitinhos, com um diafragma maravilhoso, os sistemas urinário e digestivo a funcionar plenamente, com o cérebro todo bem desenvolvido e sem sinais de trissomia 18 (incompatível com a vida) ou 21. O exame morfológico não foi fácil de fazer porque, como disse o médico, "o cachopo não pára quieto".
E tão lindo, vi-o a coçar a cabecinha com as duas mãos... é tão lindo!!! Ou deverei dizer linda... não sei bem, embora o médico já tenha uma desconfiança!
Quarta-feira vou ter com o médico ao consultório do Entroncamento para ele experimentar o novo equipamento que tem, para gravar em CD a ecografia e para ver o cordão umbilical a cores. Lá estaremos!!!

Consulta 12 semanas

Daqui a 35 minutos tenho consulta. Mal posso esperar. Espero (tem mesmo que ser) que o médico me diga que está tudo bem. Assim que souber alguma coisa venho a correr dar-vos notícias. Tem que estar tudo bem, tem que estar tudo bem, tem que estar tudo bem, etc, etc, etc...

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Seguidores

Eu sei que os há, por isso só têm que carregar no botãozinho à direita para serem oficalmente meus seguidores. Meus seguidores que é como quem diz acompanhantes desta minha linda jornada, que ainda agora vai no início. Vão querer perder o resto da aventura? Claro que não, por isso formalizem a vossa "adesão" à Nossa Barriga.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Menino, dizem eles

A três dias do fim do inquérito resolvi acabar com ele. Estava farta deste inquérito inútil que em nada vai influenciar o género da criança e que não dá nada a quem acertar. Posso no entanto dizer-vos que dos 14 votos que teve o inquérito, oito foram para menino, cinco para menina e um para casalinho.
Obrigada a todos os que votaram!

12 SEMANAS

Cagaço (que não tem outro nome)

A noite de sábado foi das piores e das melhores da minha vida. Passo a explicar. Depois de um dia tranquilo com cheiro a Natal, em que quase não saí de casa a fazer bolos com os sobrinhos e a preparar o jantar com a mãe e família apanhei um grande susto. Eram 20h10 e a família do meu marido(:>) tinha acabado de chegar a casa da minha mãe, onde íamos jantar. Estávamos a experimentar o pão acabado de fazer na máquina recebida como prenda de casamento. Tinha tudo para ser uma noite agradável. Eu tinha acabado de ir à casa-de-banho e estava tudo ok, chego à sala e sinto algo estranho. Voltei à casa-de-banho, estava a sangrar. Não tinha dores. Gritei pela minha mãe, apareceu a minha cunhada. Deitou-me na cama enquanto me acalmava ao mesmo tempo que me preparava para tudo. Liguei ao meu obstetra, mandou-me às urgência do hospital de Abrantes (onde está a especialidade de obstetrícia no Centro Hospitalar do Médio Tejo). Num minuto eu,o pai e o meu irmão mais velho nos metemos no carro. Todos em pânico, todos sem o mostrar. Fui a viagem toda a pensar "Tem que estar tudo bem". Cheguei à urgência, não estava ninguém no guichet, falei com o segurança da porta, expliquei-lhe o que se passava. Mandou-me para o guichet, mas ainda bem que o fiz. Como tenho sido acompanhada pelo particular, ainda não fui ao centro de saúde e no cartão de utente nada diz que estou grávida. Valeu-me o segurança que, sabendo a história,me veio buscar e me passou à frente de toda a gente na triagem. Ainda não eram 21 horas.
Fui directamente para a obstetricia e rapidamente atendida. Já não sangrava e a ecografia sossegou-me: "Está tudo bem" disse o médico. Foi o descomprimir daquela última hora, chorei. Vi o coração do meu bebé (tão grande já) a bater e o médico disse que estava tudo bem com a placenta.
Quando saí liguei ao meu médico (que também é médico daquele hospital, mas não estava de serviço). Disse-me para ir ter com ele na sexta-feira. Eu já ia de qualquer forma. Tenho a consulta das 12 semanas marcadas para esse dia.
Não sei descrever o que senti naquela hora em que tudo esteve em causa. Ainda hoje não estou bem. Percebi que de um momento para o outro todo este sonho pode acabar. Mal posso esperar por sexta-feira. Preciso de ver o meu médico, preciso que ele me sossegue.

Casei-me

Depois de tantos dias sem escrever, vamos lá por partes. Na sexta-feira, como havia anunciado, casei-me. A cerimónia foi muito simples e engraçada, tal como eu queria e, até ver não nos arrependemos (brincadeirinha). Desde então e até hoje tivemos dois jantares familiares (um com o pai, outro com a mãe) e um almoço com a família toda do pai (meu marido, portanto). Correu tudo muito bem, mas felizmente acabou. Agora quero descansar, porque tenho sono, e devolver a tranquilidade ao meu pequeno feto...

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Novidades, não temos!

Amiguinhos que me visitam, desculpem mas estamos numa fase mesmo sem novidades. O pequeno feto estará bem (pelo menos se os enjoos realmente significam que ele se está a desenvolver bem, ele está óptimo) e a mãe também, tirando aquela ligeira sensação de enjoo que a acompanha.
Depois de amanhã é dia de casório. Ah pois é, o que os filhos nos fazem.. há muito que pensávamos em oficializar a amantização, mas semre adiávamos a coisa. Bastou aparecer o pequeno feto - Artur para o Gentil - para tratarmos logo da papelada. Não é que a diferença seja muita (ou alguma), mas como diz a minha cunhadinha, o pequeno feto vai ficar contente... Acredito que sim, com tanta festa (o que é sinónimo de tanto bolo) só pode mesmo ficar!
Durante os próximos dias talvez não tenha muito tempo de aqui vir, porque como quem me conhece sabe, tenho três mini-festas de casamento!!! Para quem não me conhece, vou pedir desculpa, mas não me apetece nada explicar. É uma seca!!!! Além disso terei cá os dois sobrinhos mais lindos do mundo e respectivos pais, por isso terei muito que brincar.
Na segunda-feira fazemos 12 semanas... ena, ena e na sexta seguinte, dia 5 de Dezembro, temos consulta. Será a ecografia das 12 semanas. Estou muito ansiosa, vou ver o pequeno feto muito grande comparado com as 7 semanas (última vez que nos encontrámos...).

Apesar da ocupação vou sempre dando uma espreitadela por aqui...

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

11 SEMANAS



Hoje fazemos 11 semanas. Se tiverem um tempinho, vejam isto. É lindo... Pensar que está a nascer dentro de mim!

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Aqui está ele/ela

Menino:



What do you think about my little new baby M?
MakeMeBabies.com - What will your baby look like?


Menina:



What do you think about my little new baby M?
MakeMeBabies.com - What will your baby look like?


Com base em fotografias dos pais, dizem que será assim.
Eles alertam que só têm por base as fotos em questão, e não os genes...

Prémios

Vamos lá sossegar o pessoal: não, não há prémios para os vencedores do inquérito que decorre neste blogue. Para que serve então? Para nada. Não podemos decidir se é rapaz ou rapariga e quem ganhar não recebe prémior nenhum. Isso mesmo, é só para passar o tempo. A tia marga anda sempre a dizer que ela é que vai ganhar... juizo minha querida, só se for juizo!

Novidades, mas pouco

Pois é meus caros amigos, amigas e seguidores deste meu blog/gravidez. Não tenho muito para contar. Só tenho nova consulta no dia 5 de Dezembro (para a ecografia das 12 semanas) e até lá aqui ando, nuns dias mais enjoada que noutros, à espera de mais uma imagem que me sossegue e diga que está tudo bem.
Não fossem os enjoos (mesmo com os comprimiditos), as dores no peito, e uma pequena saliência na bariga, e nem saberia que dentro de mim se está a criar uma vida. É um pouco sufocante não saber se está tudo bem, o que se passa, em que ponto ele está. Se nas 7 semanas já tinha o triplo do tamanho de quando tinha cinco, imagino como será na 12.º... Como diria a minha linda sobrinha: "Estou tão ansiosa"....
Amanhã tenho festa...pelo menos assim espero, uma vez que não sei bem o que vai acontecer. Trata-se da minha despedida de quase solteira, com gajas, o Gentilito e o pequeno feto à mistura. Só pode correr bem!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

12 DIAS

Só faltam 12 diazinhos para a 12.ª semana.... Eu finjo que não faço contas (porque como diz a minha cunhadinha uma gravidez tem 9 meses e não 6), mas fico contente que esse período passe!

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Nomes

Em vez de estar a trabalhar (a vontade é tão pouca) entrei no site ABC do Bebé que me propõs colocar um nome e saber o seu significado. Como Miguel e Mariana são os nomes que, até ver, reunem o maior consenso entre os pais, fui por aí.
Acreditando (que eu não acredito) que é mesmo assim na realidade, o nome Mariana está fora de questão e quanto a Miguel, nem se discute mais.

Vejamos:

Miguel
(hebraica)
Quem é como Deus
A sua persistência inveja qualquer um. Um excelente trabalhador, Miguel alcança com facilidade as suas metas laborais. Usa muito a razão para agir, embora nunca se esqueça de fazer os devidos testes antes de ir mais além. Detesta a monotonia, facto que se constata também nas relações amorosas.

Mariana
(latina)
Gosta daquilo que é bom e que se traduz por luxuoso. Anda normalmente acompanhada de pessoas que tenham muitas posses económicas, mesmo que a sua situação não seja semelhante. Materialista ao máximo, Mariana é uma mulher lutadora e que combate as causas ferozmente. No amor, as coisas mergulham na fragilidade ao ser abandonada.

Em alternativo escolhi Matilde (um dos nomes em equação para uma menina) e que, com base nisto, ganhou pontos em relação a Mariana

Matilde
(germânica)
Guerreiro forte
Uma verdadeira diplomata, muito sensível, e que possui o dom da organização. Delicada, é uma mulher com valores morais muito próprios e que devem ser cumpridos religiosamente. Lutadora, nunca desiste dos seus objectivos e daquilo que sempre sonhou. Muito honesta, é uma mulher que possui tudo o que um homem pode desejar.

Meu Deus



Fogo, nunca pensei, em toda a minha vida, fazer algo tão importante. A maternidade, realmente, altera-nos. As hormonas aos saltos deixam-nos lamechas, admito. Pensar que dentro de mim se passa qualquer coisa assim, arrepia-me... deixa-me sem palavras. Fogo...fantástico!

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

As manas



O pequeno feto já é o terceiro "rebento" desta família. As mais velhas são as meninas mais lindas e felinas do mundo: a Anita (tartaruga) e a reguila Zezita (cinzenta). Juntos são os três amores da nossa vida!

domingo, 16 de novembro de 2008

Festa do Bigode



O pequeno feto foi ontem à sua primeira Festa do Bigode. Uma organização riachense que de dois em dois anos junta centenas de pessoas em torno de um mote: homens de bigode. As mulheres, este ano, deveriam ir de botas, mas porque eu nunca fui mnuito convencional fui também de bigode. Ou é a festa do bigode ou não é. Só espero que por causa disto a criança não nasça de bigode...

Aqui ficam fotos da mãe e do pai com o seu bigode, para mais tarde recordar.

10 SEMANAS

Amanhã completamos 10 semanas. Ora vejamos:
"Semana 10: O seu embrião já tem aspecto de um bebé, mas tudo em pequena escala. O lábio de cima está completamente formado. O desenvolvimento do coração agora é lento, uma vez que já passou a fase mais crítica. A meio desta semana os lóbulos das orelhas estão formados. Os dedos dos pés começam a formar-se. Assim que os ossos do palato se fundam, a língua começa desenvolver papilas gustativas". (In Bebe.com.pt)

Mudanças e mais mudanças

Na sexta-feira fomos marcar a data de casamento. Pois é, resolvemos casar. Um assunto há muito pensado, mas sempre adiado. Mas desta vez é que foi... e foi mesmo. Demos início ao processo e pediram-nos uma data... qual data, é-nos indiferente. Pois bem ficou para dia 28 de Novembro, sexta-feira pelas 11 horas (na altura esqueci-me que tinha montes de trabalhos nesse dia, com Cavaco à mistura e tudo)...
Está marcado, os pais e irmãos assistem à cerimónia e depois jantamos, num ciclo restrito, sem grandes festas, porque eu não sou propriamente adepta de festas de casamentos.
Despedida de solteira pode ser (se bem que já não sou solteira há quase ano e meio, mas é sempre bom um pretexto para uma jantarada). O "nubente" (nome que eu acho lindo) vai fazer um rally das tascas em Riachos e eu faço um jantarzinho em Torres Novas, para o qual estão convidados, além das amigas e primas, também os rapazes amigos de solteirice... assim eles possam vir.
Mais novidades? Para já não tenho, mas por este andar qualquer dia tenho mais!

sábado, 15 de novembro de 2008

Obrigada tio Gentil

O Gentilito soube ontem da notícia e já nos deixou um lindo e-mail. Aqui fica:

"Caros futuros papai e mamãe,

Antes de fazer as minhas sugestões, tenho de fazer alguns reparos às sugestões dos outros. Assim sendo e por ordem:

Sugestões Ana:
Meninos: Pedro é, como facilmente se comprova, o mais lindo dos nomes para um rapaz garboso. Mas como vai ser o nome do meu menino (não, a minha amarantina ainda não está grávida... e não, ela não quer dar o meu nome ao miúdo mas como sou eu que vou ao registo...) podemos deixar de lado até futuros nascimentos. Os outros nomes tão ok.

Meninas: Não gosto de Júlia. Era uma velha gorda e verrugosa lá das Lapas. Luísa escapa e os outros sim, que são nomes com carácter.

Sugestões da Babá:
Menino: (nota: mais uma vez o nome Pedro) Rodrigo é um bocado beto, Barack é... queniano! Os outros ok.

Menina: Novamente a gorda da Júlia mas ainda encontrei algo pior: REBECA!!!???? Só se for pra criança ter de gramar com o seboso do 8ºD (que vive no Pé de Cão ou no Carvalhal da Aroeira naturalmente) mandar bocas tipo "Ó Rebeca, vamos dar uma "#$%&?" Rebeca? Ai Babá, o curso anda a comer-te a cabeça toda...

Sugestões da Marga:

Apoio qualquer um dos nomes sugeridos pela Marga só porque são das Lapas. Ah terra mai linda deste nosso Portugal!!! As Lapas e a Barrosa!!!


Sugestões da Joanita:

Menino: Caraças, que esta miúda tá cada dia mais beta!!! Martim???? MARTIM???? E os outros também são um bocado betos.

Menina: Ema? Não me venham com histórias do Friends... Uma ema é isto: http://www.geocities.com/emafmusp/ema.jpg

Sugestões do Lapense com sotaque de Gaia

Menino: como não pode ser Pedro, vale mais ser uma menina.

Menina: Maria ou Bárbara são nomes muito bons. Matilde escapa e Sofia é batido mas é giro.

E pronto, tá sugerido.

P.S. Pra menino, pode ser António ou Francisco. Nomes de Antigamente, com personalidade!"

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Creche

Mesmo certo que ainda uma pessoa se está a habituar à ideia de que está grávida e tem que começar a pensar em que creche vai deixar a criança? Os avós trabalham, os pais felizmente também. A mãe nem sabe se conseguirá tirar os meses todos a que têm direito, porque as responsabilidades a isso a impedem (além de que não me imagino nada em casa sem trabalhar, especialmente em tempo de campanha eleitoral para as autárquicas...isso queriam eles, mas eu vou lá estar... Ah! ah! ah! - riso sarcástico).
Vou deixar chegar pelo menos às 12 semanas e depois logo penso nisso... Se não houver creche, vem trabalhar com os pais...arranja-se lá qualquer coisita para ele fazer certamente!

Gorda

Como, como, como e como. Passo o dia a comer. Ou porque tenho fome, ou porque tenho um mau sabor na boca, a verdade é que só me apetece comer. O pessoal que me rodeia manda-me abrandar para eu não ficar uma pequena bola. Quem me conhece sabe que não tenho tendência para engordar, mas também sabe que o meu corpo neste momento está diferente. Eu, pelo menos, não o conheço e não sei o que posso esperar dele.
Mas eu tenho fome... Com medo de ficar uma autêntica bola (eu gostava de engordar só o necessário para alimentar bem a criança) tenho ido ao ginásio todos os dias (com um plano próprio para a minha situação, claro).
Até ver não engordei na balança. Eu ando sempre pelos 50, 51 Kg e é aí que estou ainda, mas a comer desta maneira....
O rapazito/rapariguita aí dentro, também não vale abusar da mãezona. Há limites!!!

Contador chanfrado

Juro que não percebo este contador de visitas. Em vez de aumentar, diminui. Não é para ligar muito, portanto!

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Sugestões da Joanita

Que linda, a amiga Joana também já mandou uma lista de nomes. Aqui ficam as sugestões:

"- menina: Matilde; Mariana; Carolina; Ema;

- menino: Afonso; Tiago; Rodrigo; Martim;"

Agora já sou eu a falar: adoro os nomes das meninas. Achava que, além de mim, ninguém gostava de Ema. Acho que gosto desse nome desde um episódio dos Friends, em que a Rachel deu o nome de Ema à filha. Gosto de Tiago e Rodrigo. Martim já acho um bocadinho betinho. Olha lá para mim, joanita, imaginas-me com um filho chamado Martim?

Escolher o nome não é fácil: além de estares a escolher um nome para o resto da vida de uma pessoa, que fique bem com os apelidos e com a pessoa e ambiente familiar, que não possa ser muito gozado na escola, eu e o pai ainda temos que estar de acordo... Não é fácil

Por isso gosto tanto das vossas sugestões

"Obrigada tia Joana", grita o pequeno feto lá das profundezas!

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

SONOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Tenho sono, muito sono mesmo. Estou a tentar trabalhar, mas não é fácil. É suposto, no trabalho que desenvolvo, ter que pensar, mas não dá. Tenho sono, muito sono, mesmo depois de uma noite em que dormi quase 10 horas seguidas.... Já para não falar da preguiça!

Aulas pré-parto

Hoje informei-me sobre as aulas de preparação para o parto na minha zona. Temos no centro de saúde de Torres Novas a começar à 28.ª semana, com a enfermeira Irene. Nem é preciso inscrição, basta aparecer na primeira aula depois das 28 semanas. Lá estaremos então.

domingo, 9 de novembro de 2008

9 SEMANAS


Amanhã comemoramos a 9.ª semana de gestação. Tantas semanas já...

Segundo o site "www.bebes.com.pt", esta semana passa-se isto tudo:
"Semana 9: A cartilagem e ossos do bebé começam a formar-se. Durante esta semana os ovários vão-se desenvolver para formarem o órgão sexual, determinando o sexo do bebé. Os dedos começam a tomar forma. O bebé começa a ser mais activo".

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Sugestões 3

A marga foi a primeira a enviar sugestões, mas convém dizer que ela se baseou no documento do século XVIII (?) de Lapas (freguesia aqui da terrinha) para escolher nomes. É verdade que aí constam nomes bonitos, mas há outros que dão uma certa vontade de chorar. Não consigo colocar aqui todas as sugestões que me fez porque a lista é grande, mas posso citar alguns:
Meninas: Patronilha, Timótea, Josefa, Mariana (haja um que se possa considerar), Serafina, Felícia, Feliciana, etc.
Menino: João, Joaquim, José, Manuel, Francisco, Salvador, Lino, Basílio, Teodósio, Brás, André, etc.

Obrigada tia Margarida, diz o pequeno feto!

Sugestões 2

Mais sugestões, desta vez da prima Babá:

menina: Isabel, Júlia, Mariana, Gabriela, Lúcia, Bárbara, Mafalda, Margarida, Luisa, Rebeca, Maria João

menino: Rodrigo, Pedro, Henrique, Francisco, Miguel, António, Barack :)

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Primeiras sugestões

Já recebemos o primeiro e-mail com dicas para nomes do bebé.
Foi da prima Ana e aqui ficam as primeiras sugestões? Algumas constam já da lista que eu e o pai fizemos, outras nem tanto, mas ficarão para apreciação.

Se estiver certa e for menino podem chamar-lhe: José,Pedro, António, João

Se for cachopa: Júlia, Luísa, Amélia, Ana.

Obrigada prima Ana.

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Qual a tua graça?

Como podem ver aqui ao lado, estou a aceitar sugestões para o nome do pequeno embrião (esta semana promovido a feto). Como não sabemos se é menino ou menina, as sugestões devem ser para ambos os géneros.
As dicas deverão ser enviadas para o e-mail anossabarriga@gmail.com.
Vou tornado públicas as sugestões.. Descobri que escolher um nome não é tarefa fácil.

8 SEMANAS

Cá estamos nós a comemorar as oito semanas. Para começar bem o dia tive logo um enjoozito, mas nada que não se aguente. Comparado com os da semana passada, não foi nada. Cá estamos nós prontos para mais uma semana.
Vamos cá ver o que eles dizem que se passa connosco por estes dias:

"Semana 8: O cerebelo começa a formar-se esta semana. É a parte do cérebro responsável pelo movimento dos músculos. As mãos, os pés, os cotovelos e pulsos estão a formar-se. Os olhos desenvolvem-se mais – aparece agora pigmentação na retina. Os dentes estão-se a formar dentro das gengivas. O coração começa a formar as quatros cavidades."

Mais uma vez informação retirada do www.bebes.com.pt.

sábado, 1 de novembro de 2008

Top Barriguitas





Olha, estamos no Top Barriguinhas. Não sei como me descobriram, mas a verdade é que estamos lá. Em 96.º lugar, o que significa que muitos bebés vão nascer antes de nós.

O bater do coração

Aqui estamos nós de regresso das férias. Umas férias bem diferentes das que estava habituada, já que o pequeno embrião decidiu premiar-me com muitos enjoos.. foi um máximo.
Entretanto há novidades: ontem fui ao médico pedir-lhe algo para os enjoos, pois preciso de ter vida própria e falar-lhe de umas dorezitas nos rins que me atormentam. Ele aproveitou e fez-me a ecografia que eu deveria ter ido fazer só na semana que vem.
Que lindo... está o triplo do tamanho do que era da última vez e, melhor que isso, já ouvi o coração bater. Perdoei-lhe todos os enjoos e agora sim tenho a certeza... por ele (por ti) eu aguento tudo! Te amo...

domingo, 26 de outubro de 2008

7 SEMANAS


(imagem retirada da Internet)

Como amanhã, segunda-feira, podemos não escrever nada, aqui fica uma alusão a mais uma etapa: as sete semanas de gravidez que comemoramos amanhã.

Assim, com a ajuda do site www.bebes.com.pt, vejamos em que fase vamos:
"Semana 7: Esta é uma semana atarefada para o bebé em crescimento. Durante este semana o bebé aumentará de tamanho para o dobro. Os olhos estão a desenvolver-se e a língua também. As pernas e braços têm a forma de pás, e as mandíbulas são já visíveis".

Lindo de morrer... por isso é que eu tenho estes enjoos e este sono. O meu corpo não para!
Pela imagem não parece muito diferente da sexta semana, pois não?

Férias

Amanhã vamos de férias. Eu, o pai e o pequeno embrião. Vamos para fora cá dentro e voltamos rápido, mas provavelmente estarei alguns dias sem vir ao blog. Vamos namorar.. Serão as primeiras férias dos três!

Lindo



O chefinho deu-me este livro nos anos. A dedicatória remetia para a página 119 onde dizia:

"Gravidez
Não sei que nome dar à linha que vai crescendo dia a dia no teu corpo, como um horizonte convexo. É uma curva perfeita. Só sei isso. Uma curva perfeita. Abóboda celeste vista de fora"

Lindo!

Contador

Aqui o contador de visitas está doido. Não ligar muito..

Prendas para a mãe a pensar no pequeno embrião







As primas deram um lindo sling (porta bebés - ver blog bebe boom, aqui ao lado), os manos e sobrinhos deram uma mala para as coisas do bebé. Uma mala bem fashion por sinal e a bisavó lurdes já deu uma camisolinha. O coelho é azul, será que é a bisa a desejar que seja um menino?

Obrigada a todos!

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Aniversário

Amanhã, dia 23, faço 27 anos. Aí está uma data que, se tudo correr bem, ficará bem marcada na minha vida...
Eu faço 27 e o meu mais velho (sim porque hei-de ter mais)faz seis semanas e três dias... Vai ser uma festa a dobrar!

Sono e enjoos

Tenho tudo aquilo a que tenho direito. Muito sono, o que obrigatoriamente me leva a ter pouca vontade de trabalhar e muitos enjoos, especialmente durante o dia. Uns enjoos que vou calando com comidas leves e que à noite dão lugar a uma fome de morrer.
Mas eu aguento... vá, eu por ti aguento tudo!

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

6 SEMANAS



Será mais ou menos assim
(Imagem retirada da Internet)


Iniciamos hoje a nossa sexta semana. É uma semana muito importante... vejam:

"Semana 6: É no inicio desta semana que o coração do bebé começa a bater. A artéria aorta começa a formar-se por volta do dia 40. A meio da semana serão muitos os órgãos que se começam a formar: olhos, braços, fígado, bexiga, estômago e intestinos, pulmões e pâncreas".
(Retirado do site Bebes.com.pt com link aqui ao lado em Gravidez Semana a Semana)

domingo, 19 de outubro de 2008

A prova




Legenda - não sei qual a ordem em que aparece, mas dá para ver uma em que não se vê nada e outro em que aparece um pequeno saquinho... é ele...
(Ecos de 10 - quatro semanas e quatro dias; e 17 de Outubro - cinco semanas e quatro dias)

O primeiro presente


O meu pequeno embrião já recebeu uma prenda: uns sapatinhos. Já estão no futuro quarto dele, para ir lembrando ao pai que mais cedo ou mais tarde terá que mudar o estúdio da guitarra para a sala... ou para a varanda!

O mais difícil


Na sexta-feira foi ainda dia de tomar uma atitude complicada: tirar o piercing do umbigo que me acompanhava desde o ano 2000.
Não porque tenha doído, mas sim porque já não imagino a minha barriga sem ele.

Os sobrinhos mais lindos do mundo


Que me perdoem todos, mas a reacção que eu mais gostei foi a da minha sobrinha. Como vive longe liguei-lhe na sexta-feira à noite. Liguei para o meu irmão e atendeu ela (que tem seis anos).

Aqui reproduzo o diálogo que importa:
Eu - Tenho uma notícia para te dar.
Sobrinha - Vens ao meu recital?
Eu - Nem sabia que tinhas um recital querida. Não. A notícia é: a tia está grávida.
Sobrinha - aaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhh... aaaaaaaaaaaaahhhhh meu deus. Conta ao pai, conta ao pai, enquanto passava o telefone ao meu irmão.

Depois a reacção do meu irmão e da minha cunhada foi óptima, claro. No final a minha princesa voltou e disse: "Tia, estou tão ansiosa...".

O meu sobrinho mais pequenito já estava a dormir. Soube no dia seguinte pela manhã e ligou-me:
Sobrinho: Parabéns tia.
Eu - Porque é que me estás a dar os parabéns?
Sobrinho - Porque tu tens um bebé na barriga. Vais-me dar um primo. Como é que se chama?
Eu - Ainda não sei. Como achas que se deveria chamar?
Sobrinho - Estou a pensar.... João Lourenço.
Eu - João Lourenço já há um na família. Pensa em outro nome.
Sobrinho - Huuum, Lourenço...

Pois ficamos assim. Não se irá chamar João Lourenço, penso, mas é bom sinal ele ter escolhido esse nome.

Já hoje em conversa com a avó, minha mãe, a minha sobrinha disse: "Ó avó, e a novidade? Fiquei tão histérica".

No sábado depois da notícia, encomendado pelos do norte, mas pela mão da minha mãe chegou-me este ramo de flores. Ainda mais lindo ao vivo!

Não são tão lindos?!

CONFIRMADO E ANUNCIADO

Tanta novidade por contar e tão pouco tempo. Na sexta-feira, 17 de Outubro, fui ao obstectra. E lá estava ele: o meu pequeno embrião com cinco semanas e quatro dias num saquinho com 9,1 mm. Grande!
Feliz e contente fui para casa, decidida a esperar pelas 19 horas para poder contar à avó materna, depois ao avô materno e depois aos avós paternos. Mas entretanto surgiu um imprevisto: 38º de febre. Eu, que nunca tenho, febre, tinha logo que ter agora, quando tenho que estar saudável para o meu mais velho.
Depois de falar de novo com o médico, comecei a tomar Xumadol. E hoje, dois dias depois, a febre já passou. Naquela sexta-feira lá fomos dar a notícia.

Aguardávamos em casa da avó a chegada da própria. Ela chegou e eu dei-lhe um saquinho com dois novelos de lã vermelha. Quando abriu ficou a olhar para mim já tendo percebido e eu disse: "É para fazeres um casaco para o teu neto". Muita felicidade, beijinhos, abraços e colinho.

De seguida o avô materno: estavamos a jantar num restaurante. Durante o brinde proposto, eu disse:"Esperem, engulam, baixem o copo: estou grávida". Uma madrasta feliz e um pai que. feliz, acredito, nunca mostra muito.

A história da notícia à minha sobrinha merece um post à parte.

Depois a mãe do pai, que estava sozinha em casa e ficou muito feliz com a novidade. Queria muito ser avó, mas esperava que a notícia chegasse primeiro da filha mais velha.

No sábado o outro tio e a bisavó e ainda uma tia-avó. Ah, e também o chefe. É melhor informá-lo também.

Hoje o avô paterno e o outro tio e outros tios-avós.´É impossível não contra.
Estou mesmo a pensar se hei-de tornar público este blogue, junto de outro blogue mais visitado que também tenho em perceria com as minhas ricas cousins que quando souberem que ainda não foram informadas, me matam.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Cinco semanas e quatro dias

Cá estamos os três na nossa vidinha. Amanhã voltamos ao médico. Uma vez que estamos já nas cinco semanas e quatro dias (ena tanto) pode ser que já dê para ver o meu pequeno embrião na tv do doutor. Amanhã sim vou colocar as perguntas todas.
Entretanto cá continuo com umas dores no peito que só eu sei. Enjoos não tenho tido muitos, o que é bom e quanto às tonturas, estou muito melhor.
Agora tenho uma dúvida: será que devo contar já à família e amigos já chegados? Ou será que devo esperar? Não sei quanto tempo aguento mais...

sábado, 11 de outubro de 2008

Teste II

Esqueci-me aqui de contar que diz outro teste de gravidez antes de ir ao médico. Lá estavam as duas riscas, mas desta vez muito mais nítidas... Que lindo!

Saudável



Entretanto continuo a trabalhar bem para o meu rebento. Este foi o segundo cabaz de agricultura que recebemos em casa. Alface da boa, tomates e tomatinhos, couve flor, bróculos, beringelas.... tudo sem qualquer recurso a produtos químicos que nos façam mal.
Que delícia

A quase confirmação

As perguntas foram adiadas para a próxima semana. Fui ao médico, mas como estava (na sexta-feira) de quatro semanas e quatro dias, ainda não deu para ver nada na ecografia. Disse-me no entanto que o útero estava muito bem preparado para receber a gravidez. Algo que só acontece quando há uma gravidez. Óptimo, bom sinal. Significa que se confirma que há uma.
Na próxima sexta-feira volto ao médico. À data, com cinco semanas e quatro dias, já deverá dar para ver o meu futuro filho. Yupi! Assim sendo, adiei as perguntas para a semana. Ver para rer e eu quero ver algo na ecografia.
Entretanto, temendo alguma infecção urinária, graças aos sintomas que lhe disse ter, o médico mandou-me fazer uma urocultura. Quarta-feira enho os resultados.
Só espero que corra tudo bem connosco!

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Perguntas ao ginecologista?

Pequena lista de perguntas a fazer ao ginecologista?

Está tudo bem? (óbvio)
Quanto tempo tem?
Que restrições terei que ter quer ao nível alimentar, medicamentos (não esquecer de perguntar o que posso tomar nas enxaquecas ou nas dores nas costas) e de actividade física)
Continuo a tomar Raycept?
Que sintomas podem ser negativos?
Quando me quer ver de novo?
(Não me lembro de mais nenhuma agora)

Sentido de oportunidade

Hoje fui almoçar com duas amigas. Algo que já é costume. Como vos disse, eu não disse a ninguém que estou a pensar engravidar. Já me basta a minha ansiedade, não quero a de mais ninguém. Mas há coisas curiosas.
Durante o almoço a conversa foi, não sei a que propósito, para o tema dos filhos. Eu nem abri a boca. As duas fizeram planos de quando começar a tentar. Eu continuava calada e elas perguntavam: e tu? E eu nada... acho que ainda dei mais nas vistas.
Mal posso esperar contar-lhes que o dia dessa conversa foi o dia em que eu soube que estava grávida.

GRANDE DIA



AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!
Só me apetece gritar. Os sintomas continuam - mas cada vez com mais intensidade. Resolvi ignorar o teste de domingo à noite e começar bem o dia. O pai foi comprar, logo às 9 horas, um teste e o resultado foi este. A linha é ténue, mas está lá. As dores no peito também não me deixam mentir. Tudo indica que sim: ESTOU GRÁVIDA!
Mas à precaução, amanhã ou na sexta vou fazer um outro. Não descanso enquanto não vir uma linha mais cor-de-rosa ainda. Entretanto, marquei já consulta com o ginecologista. Quero ir lá dizer-lhe que o "bicho pegou" mesmo e foi rápido na actuação.
Obrigada, obrigada, obrigada

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Quem é que não é ansiosa, quem é?

Não sei que vos diga. Durante 8 anos tomei a pílula. Deixei-a em Agosto. Desde então tive um ciclo menstrual de 27 dias. A pensar neste exemplo, contava ter o período no domingo passado. Não apareceu, nem hoje, segunda-feira. Ontem à noite não resisti e fiz um teste, mas deu negativo. Aviso já que tinha pouca urina e muita falhou o alvo - não sei se me dá alguma esperança.
O período continua sem aparecer. Tenho assim um ciclo de 29 dias completo - a entrar nos 30 dias. Sinto algumas alterações no meu corpo, mas temo que seja eu a ver coisas onde elas não existem. Uma situação bem possível devido ao estado de ansiedade em que me encontro. Pois é, eu que me orgulhava de não andar ansiosa, mudei totalmente desde este fim-de-semana, mais propriamente ontem à noite.
Mas deixem-me contar-vos quais os tais sintomas: sinto o peito um pouco inchado e vou mais vezes à casa-de-banho. Tenho também uma sensação de estômago inchado.
A minha vontade é ir comprar outro teste e fazer já amanhã, mas acho que vou esperar mais uns dias. Quero muito estar grávida, mas tenho a sensação de que, a qualquer momento, vou ter uma desilusão.

domingo, 28 de setembro de 2008

Espera

Pois é, por aqui as notícias têm sido poucas. Vivo agora um período de espera. Vou praticando, claro, muitas das vezes sem o intuito de engravidar. É uma fase gira, pois não sei se já estou grávida ou não. É improvável (pois parece-me que nos dias de hoje são poucas as pessoas a engravidar à primeira tentativa), mas é possível, uma vez que não uso qualquer tipo de protecção.
O próximo fim-de-semana será, em princípio, o fim do meu ciclo. Aí vos direi se o período aparece, ou não. Eu, por cá, espero que não.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Não sei porquê mas o blogue assume que hoje é sexta-feira, dia 19, mas não. Hoje, dia em que estou a escrever isto (e o post anterior) é sábado, dia 20 de Setembro. Foi na sexta-feira, 19, que fui ao médico e é essa a data que marca oficialmente o início da minha viagem pela maternidade. Ou pela futura maternidade.

Contagem crescente...

Novidades, trago muitas novidades. Ontem, sexta-feira, fui ao ginecologista mostrar as análises que me mandou fazer. Está tudo óptimo, sou imune à toxoplasmose e à rubeula. Conclusão: posso começar a tentar engravidar.
Aqui reproduzo a conversa com o médico, para mais tarde recordar. Fui só mostrar as análises, pelo que não precisei de marcar consulta. Chamou-me viu os exames e disse: "Estás imune a toxoplasmose, estás imune à rubeula também. Estás muito bem protegida. Podes avançar. Agora é - como dizem os brasileiros - esperar que o bicho pegue".

Bem dito bem feito. Como menina obediente e bem comportada, comecámos já os treinos. Agora sim posso dizer, estou a tentar engravidar. Estou no meu período fértil. Vamos ver. Com calma, claro.

Yupi!

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Conselho de alguém completamente inexperiente nisto

Os dias que se seguiram à decisão de tentar engravidar, foram de ansiedade. Li livros, naveguei na net na busca de temas relacionados com o assunto e estava já a fazer concessões por estar grávida, muito antes de o estar.
A espera por ir ao médico dizer "quero engravidar" foi grande, custou a passar, mas ajudou. Ajudou a que eu tivesse que me dedicar a outras coisas e a não pensar apenas e só neste assunto.
Estou a pensar nas férias de Outubro/Novembro, já me inscrevi para o Encontro Nacional da Amnistia Internacional, tenho que planear a minha festa de anos e tenho os fins-de-semana bem ocupados. Além de tudo isto, tenho mesmo que trabalhar e a minha profissão exige toda a minha concentração.
No meio de tudo isto, a vontade de engravidar é exactamente a mesma.Imagino como será e quero mesmo que chegue a hora em que o médico diga "pode começar a tentar". Mas estou diferente. Mais madura, mais sensata e menos "ai jesus que eu morro se não conseguir engravidar". Quero muito, mais tenho tempo e entretanto vou disfrutando esta vontade, passo a passo, curtindo uma fase nova da minha vida, uma fase que, por mais que se repita, nunca será igual.
Esta é uma dica. Pensem no assunto, mas não deixei de viver por causa disso. Não ponham a vossa rotina em stand-by à espera de um dia em que, talvez, possam estar grávidas. Assim, não tiram prazer desta altura tão bonita das vossas vidas.

Resultados dos exames

Já fiz os exames todos e já tenho os resultados. Ainda não quis abrir para não correr o risco de interpretar mal algum resultado. Amanhã às 14 horas vou ao ginecologista/obstetra mostrá-los.
Agora foca a questão? O que será que ele vai dizer? Que já posso tentar engravidar? Que espere mais um tempo, já que só deixei de tomar a pílula em Agosto e como tal só tive ainda um ciclo menstrual normal? Não sei. Amanhã vos dou mais notícias. Seja como for, amanhã e os próximos dias são dias de período fértil. Nunca se sabe como a resposta do médico pode ditar o meu futuro. O nosso futuro.

sábado, 13 de setembro de 2008

Legumes

Já recebi o meu primeiro cabaz de legumes biológicos. Vinha tão bonito, que tive tanta vontade de lhe mexer, que me esqueci de tirar uma fotografia para pôr aqui. Para a próxima. Outros hão-de vir.

Exames a fazer

Para quem anda a planear a gravidez, como eu, aqui vão umas dicas. Deixar de tomar a pílula é um dos passos, claro. Depois há exames a fazer e medicação a tomar. O meu ginecologista receitou-me Raycept (1/2 comprimido por dia) até que, como disse, "aconteça aquilo que eu quero que aconteça". Depois mandou-me fazer as seguintes análises:
Hemograma completo
Leucograma
Plaquetas
Glicemia em jejum
Creatinina
Ácido Úrico
AGHBS
HIV 1 e 2
VDRL
Toxicoplasmose
Rubéola
Urocultura
Função hepática
Grupo sanguíneo

É bom salientar que eu, como tenho vindo a ser acompanhada pelo mesmo médico há já alguns anos, não tive que fazer mais exames ginecológicos, uma vez que os fiz há pouco tempo.

Espera

Na quinta-feira fui passar a manhão no centro de saúde à espera de vez para a médica me trasncrever os exames que o ginecologista me mandou fazer. Na sexta-feira fui fazê-los na esperança de que mão demorassem muito e que já segunda pudesse ir mostrá-los ao médico. Enganei-me. Só estão prontos na quarta e por isso sá na sexta os posso ir mostrar.
Recordam-se de eu dizer que não quero que ninguém saiba, para já? Pois bem, eu vivo numa terra relativamente pequena e onde toda a gente conhece a minha mãe. A pessoa que me tirou sangue conhece bem a minha mãe e a mim. Eu não lhe disse o porquê das análises, mas uma mulher experiente na área, sabe qual a finalidade daqueles exames. Só espero que ela não encontra a minha mãe e lhe diga: "Então a sua filha anda a tentar engravidar?". Resta-me ter fé e acreditar que vou conseguir levar a surpresa até ao fim.
Entretanto, sem exames e sem médico, continuo a ter que utilizar precauções. Que desperdício. Pensar que podia estar já a "trabalhar" no meu menino.

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Com calma

Não sei se dá para perceber, mas eu ainda não comecei a tentar, efectivamente, engravidar. Deixei de tomar a pílula, comecei a tomar o medicamento que o gine me mandou, mas enquanto não tiver o resultado dos exames, tomo as devidas precauções.
Hoje apareceu-me o período, o primeiro desde que deixei a pílula. É o retomar dos ciclos que deixei há quase 9 anos, data em que comecei a tomar o comprimido.
Espero que - assim o médico o permita - seja dos últimos dos próximos nove meses...

domingo, 7 de setembro de 2008

As primeiras e precoces mudanças

Ainda não estou sequer a tentar engravidar (uma vez que ainda tenho que fazer exames médicos)e já a minha vida levou algumas voltas. A alimentação é uma delas. Há muito que penso "tenho que fazer uma alimentação mais saudável", mas nunca passei à prática. Pois bem, desde que tomei esta decisão e agora que estou mais perto de ouvir o médico dizer "Vá em frente", que comecei a fazer mudanças. Sexta-feira recebo já o meu primeiro cabaz de legumes biológicos. Até nascer (recorde-se que primeiro terei que engravidar), vou comer bem, a pensar no meu pequeno que há-de vir.
Outras coisas mudaram também: já fui buscar as minhas agulhas de fazer malha (veja-se que a única coisa que fiz na vida foi um cachecol) e vou começar a praticar para fazer qual coisa... ou muito me engano ou, assim que for assumido, empurro a tarefa para a minha mãe que tem bem mais jeitinho que eu.
Depois pensam-se nas outras coisas como em trocar de carro, porque o meu é pequeno e não tem ar condicionado e começa-se já a pensar como tornaremos o "estúdio" do pai, num quarto de bebé...

Coisas inevitáveis, mesmo quando não se quer sonhar muito, para não alimentar expectativas, que possam gerar desilusões...

Mas é mesmo só pensar... o bom mesmo vai ser concretizar.

O nosso segredo

Enquanto relato neste blog a minha primeira (e espero que não a última) aventura pelo mundo da maternidade (ou pelo menos assim o pretendo), no mundo real, são poucas as pessoas a saber que este sonho está, no que depender de mim, para breve. Sei eu e o futuro pai, claro, e o médico. Mais ninguém. Nem mãe, nem sogra, nem amigas, nem colegas de trabalho. É um sonho que queremos viver sozinhos até que se concretize. Evitam-se as perguntas e a ansiedade acrescida pelas questões de quem está de fora. É um segredo nosso e uma surpresa ainda maior para quem descobrir quando for, de facto, uma realidade.

Tempo

Desde que decidi tentar engravidar, que tenho lido imenso sobre o assunto. Tenho também procurado coisas na internet e os testemunhos que encontro deixam-me apreensiva. É de pasmar o número de mulheres que tenta engravidar e não consegue. Passam meses atrás de meses, na ânsia do dia em que a menstruação não chega. Mas ela chega sempre. A ansiedade aumenta e não deve ajudar. É um ciclo que custa a ter fim e que, certamente, desgasta.
Não estou livre de passar pelo mesmo. Espero que não aconteça. Para já, não quero pensar nisso. Vou andando devagarinho, sem pressas, acreditando que, quando tiver que ser, será.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

O assumir

Hoje dei o segundo grande passo na concretização deste sonho, deste plano. O primeiro passo foi a decisão. Foi um momento fantástico perceber que tanto eu como ele, estávamos dispostos a assumir, perante o outro e o mundo, que sim, queremos ter um filho e estar ligados para sempre, aconteça o que acontecer.
Quando uma pessoa não assina papéis, parece que os outros nos vêem ainda como um mero namoro, não assim tão sério. Neste momento, nada pode ser mais sério do que isto que nós temos. Com ou sem papel...
Depois de um mês à espera que acabassem as férias do ginecologista, chegou o segundo passo. Dizer alto e a terceiros: "Quero engravidar". Os nervos que senti antes da consulta foram muitos. No final, a felicidade era ainda maior. Tinha começado a dizer ao mundo que estou preparada para ser mãe.
Agora resta fazer os exames e começar a tomar o que me medicou. Em breve estarei pronta para ti...